Mostrando postagens com marcador Mergulhador. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mergulhador. Mostrar todas as postagens

Arduino Colasanti

ARDUINO COLASANTI
(78 anos)
Ator, Surfista e Mergulhador

* Livorno, Itália (15/02/1936)
+ Rio de Janeiro, RJ (22/02/2014)

Arduino Colasanti foi um ator nascido na itália e radicado no Brasil. Surfista pioneiro, mergulhador experiente e galã de cinema, Arduíno Colasanti foi uma lenda viva do Rio de Janeiro dos anos 60.

A chegada da família ao Brasil ocorreu após a II Guerra Mundial, na qual o patriarca, Manfredo Colasanti, também ator, lutara. Com Arduino que tinha 11 anos à época, veio a irmã, a escritora Marina Colasanti.

No Arpoador, pegou suas primeiras ondas e criou um pranchão confeccionado, de modo inovador, com fibra de vidro e resina. Mas foi a enseada de Jurujuba, colônia de pescadores em Niterói, o seu reduto preferido. De lá, saía de barco para os mergulhos na costa fluminense, que tanto amava.

No currículo de Arduino Colasanti, além do pioneirismo no surf e a experiência com o mergulho, estão a participação em 40 longas-metragens, sendo protagonista em títulos de Nelson Pereira dos Santos, como "El Justicero" (1967), "Fome De Amor" (1968) e, sobretudo, "Como Era Gostoso O Meu Francês" (1971) - neste, ele protagonizou o primeiro nu frontal masculino do cinema brasileiro, vivendo um aventureiro europeu feito refém pelos índios tubinambás na costa brasileira, em 1594.

Arduino Colasanti namorou com as mulheres mais desejadas do Rio de Janeiro da década de 60, entre elas Sônia Braga e Leila Diniz.

Amigo de Brigitte Bardot, Arduino Colasanti também foi com a estrela para Búzios. Um dos símbolos do Cinema Novo, Arduino Colassanti emprestou seu talento e sua beleza para filmes memoráveis, mas foi com Nelson Pereira dos Santos que se eternizou no imaginário da cinefilia.

A partir do final da década de 1970, suas aparições na tela passaram a ser eventuais. Foi quando passou a dedicar-se integralmente aos mergulhos. Chegou a trabalhar para a Petrobras e outras empresas petroleiras, como observador das instalações submarinas de plataformas e equipamentos do setor.


Morte

Arduino Colassanti morreu aos 78 anos vítima de insuficiência respiratória, na tarde de sábado, 22/02/2014, em Niterói, RJ. Segundo informações do Hospital Universitário Antônio Pedro, onde foi internado, ele sofria de insuficiência respiratória. Ele estava internado desde 13/02/2014. O enterro ocorreu no Cemitério Parque da Colina, na mesma cidade.

Arduino Colasanti deixou quatro filhos, Ricardo, Roberto, Rodrigo e Daniela, de cinco casamentos.


Cinema (Ator)

  • 2010 - Naquela Noite Ele Sonhou Com Um Mar Azul ... O Pai
  • 2009 - Insolação ... Homem do Café
  • 2007 - Esconde-Esconde ... Amaro
  • 2004 - Xuxa E O Tesouro Da Cidade Perdida ... Chefe dos Selvagens
  • 2002 - Lara ... Pescador
  • 2002 - Histórias Do Olhar ... Pai
  • 1998 - Bela Donna ... Comandante
  • 1997 - A Ostra E O Vento ... Magari
  • 1993 - Oceano Atlantis
  • 1991 - Nautnews ... Host
  • 1987 - Leila Diniz
  • 1987 - Sonho De Valsa ... Pai de Teresa
  • 1985 - Tropclip
  • 1984 - Quilombo
  • 1984 - Memórias Do Cárcere
  • 1982 - O Homem Do Pau-Brasil ... Líder Religioso
  • 1979 - O Caçador De Esmeraldas ... Borba Gato
  • 1979 - Os Gigantes ... Conde
  • 1978 - Daniel, Capanga De Deus ... Daniel
  • 1974 - Memória De Helena
  • 1973 - Mestiça, A Escrava Indomável ... Feitor
  • 1973 - Os homens Que Eu Tive ... Peter
  • 1973 - Amor, Carnaval E Sonhos ... Tristan / Oxossi
  • 1972 - Quem É Beta?
  • 1971 - Mãos Vazias
  • 1971 - Procura-se Uma Virgem
  • 1971 - Como Era Gostoso O Meu Francês ... O Francês
  • 1970 - Uma Garota Em Maus Lençóis
  • 1970 - Minha Namorada
  • 1970 - Azyllo Muito Louco ... Porfírio
  • 1969 - Brasil Ano 2000 ... Motorista
  • 1968 - A Virgem Prometida
  • 1968 - A Doce Mulher Amada ... Egberto
  • 1968 - Fome De Amor ... Felipe
  • 1967 - El Justicero - Jorge Dias das Neves, El Justicero
  • 1967 - Garota De Ipanema ... Pedro Paulo


Cinema (Outras Participações)

  • 1998 - Bela Donna (Operador de Câmera Submarina)
  • 1970 - Azyllo Muito Louco (Operador de Som)
  • 1967 - Cinema Novo (Filme Para TV Documentário)
  • 1978 - Mulheres De Cinema (Documentário Curto)
  • 1969 - Yndio do Brasil (Documentário)


Indicação: Miguel Sampaio