Afonso Arinos


AFONSO ARINOS DE MELO FRANCO
(47 anos)
Jornalista, Escritor e Jurista

* Paracatu, MG (01/05/1868)
+ Barcelona, Espanha (19/02/1916)

Professor de história e famoso literato mineiro nascido em Paracatu, que teve papel de pioneiro nas tendências regionalistas na literatura brasileira, pela orientação que prevaleceu em seus contos, decorrentes de vivências em contato com o meio.

Monarquista, em 1897, na época da Guerra de Canudos, assumiu a direção do Jornal Comércio de São Paulo, no qual fez a campanha pela restauração da monarquia. Membro da Academia Brasileira de Letras, ocupou a cadeira 40. Foi filho de Virgílio de Melo Franco e de Ana Leopoldina de Melo Franco. Morou no fim da vida em Paris, mas sem desligar-se das raízes interioranas brasileiras.

Casa onde nasceu Afonso Arinos de Melo Franco em Paracatu, MG
Iniciou o curso de direito em 1885 em São Paulo. Concluído os estudos quatro anos mais tarde. Mudou-se com a família para Ouro Preto, na ocasião capital do Estado de Minas Gerais, onde lecionou história do Brasil no Liceu Mineiro. Tornou-se um dos fundadores da Faculdade de Direito de Minas Gerais, passando a lecionar Direito Criminal.

Teve vários trabalhos publicados na Revista do Brasil e na Revista Brasileira durante a década de 1890. Adoeceu durante uma viagem de navio à Europa, vindo a falecer na Espanha.

Foi tio do outro famoso Afonso Arinos.

Academia Brasileira de Letras

Foi eleito para a cadeira 40 da Academia Brasileira de Letras em 31 de dezembro de 1901, sendo recebido em 18 de setembro de 1903 pelas mãos do acadêmico Olavo Bilac.

Obras Publicadas

  • 1898 - Pelo Sertão (Contos)
  • 1898 - Os Jagunços (Contos)
  • 1900 - Notas do Dia
  • 1917 - O Contratador de Diamantes (Drama - Póstumo)
  • 1917 - A Unidade da Pátria (Póstumo)
  • 1917 - Lendas e Tradições Brasileiras (Póstumo)
  • 1918 - O Mestre de Campo (Drama - Póstumo)
  • 1921 - Histórias e Paisagens (Póstumo)
  • Ouro, Ouro (Inacabado)


Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!