Gigante Brazil

JORGE LUIZ DE SOUZA
(56 anos)
Cantor, Baterista e Percussionista

☼ Rio de Janeiro, RJ (25/04/1952)
┼ São Paulo, SP (20/09/2008)

Gigante Brazil, nome artístico de Jorge Luiz de Souza, foi um baterista e cantor brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, RJ, no dia 25/04/1952. É considerado um dos mais importantes do movimento Vanguarda Paulista. Ele era conhecido também por seu trabalho com a banda Isca de Polícia.

Iniciou a carreira em 1969, como integrante da banda Massa Experiência. Em 1972, chegou em São Paulo acompanhando Jorge Mautner e em 1975, formou a banda Sindicato.

Gigante Brazil participou da final do festival MPB 80, na TV Globo, ao lado de Chico Evangelista, com a canção "Rastapé".

Tocou ainda com grandes nomes da MPB como Marisa Monte, onde teve grande exposição ao participar do disco e show "Mais". Eram de Gigante Brazil os vocais na faixa "Ensaboa". Também tocou com Gilberto Gil, Vânia Bastos, Caetano Veloso, Itamar Assumpção, entre outros.

Estilo de Tocar

Luiz Chagas, jornalista e músico, que tocou com Gigante Brazil na banda Isca de Polícia, fez o seguinte comentário a respeito de seu estilo musical:
"Gigante e seus solos de 'buchesom' - que criava batendo a ponta dos dedos nas bochechas e usando a boca para modular os sons. Ele tocava com o corpo, os braços pareciam asas, cantava num grave que parecia vir de outra dimensão, entrava em transe e arrastava o palco e o público junto. Uma de suas características era tirar som de qualquer coisa. Copos de metal, baldes, batentes de porta que levava para o palco. Como dizia Paulo Lepetit quando lhe pediam o mapa de palco, 'qual o kit de bateria do Gigante? Ah, o que tiver!'"
(Texto publicado na revista Brasileiros)

Conforme a revista Rolling Stone Brasil:
"Preciso, ele era certeza de uma cozinha perfeita em qualquer show e disco que participasse: tinha 'trovões nas mãos' e segurava perfeitamente tanto uma sessão de improviso ou quando fornecia a leve cama para o brilho de um intérprete!"
Morte

Gigante Brazil faleceu em São Paulo, SP, na segunda-feira, 20/09/2008, aos 56 anos, vítima de uma parada cardíaca, sofrida enquanto dormia em sua residência.

Fonte: Wikipédia