Hélcio Aguirra

HÉLCIO AGUIRRA
(54 anos)
Guitarrista

☼ (03/04/1959)
┼ São Paulo, SP (21/01/2014)

Hélcio Aguirra foi um guitarrista brasileiro de rock, conhecido por tocar nas bandas Harppia e Golpe de Estado.

Em 1984 colaborou com a organização do evento Praça do Rock, que era realizado no Parque da Aclimação em São Paulo e reunia bandas independentes de rock da época em shows gratuitos ao vivo. Naquela época, ele já brilhava como integrante da primeira formação da banda Harppia, que fez show memorável naquele evento.

Em 1985 liderou a banda Harppia com o álbum "A Ferro e Fogo", lançado pela Baratos Afins.

Em 1986 junto com o vocalista Catalau, Hélcio Aguirra formou o Golpe de Estado. Fizeram parte da banda Paulo Zinner (baterista) e Nelson Brito (baixista). Hélcio Aguirra gravou oito discos inclusive o mais recente "Direto do Front".

Atualmente o Golpe de Estado tinha em sua formação Hélcio Aguirra (guitarrista), Dino Linardi (vocalista), Nelson Brito (contra-baixo) e Roby Pontes (baterista).

Golpe de Estado

A banda Golpe de Estado foi uma das mais importantes do hard rock brasileiro. A revista Rolling Stone do Brasil incluiu Hélcio Aguirra na lista dos 100 guitarristas mais influentes do país. O grupo tinha quase três décadas de carreira e lançou oito discos. O mais recente foi "Direto da Fonte", de 2012, e teve participação de Dinho Ouro Preto.

A banda também já teve parcerias com Rita Lee, Arnaldo Antunes e outros artistas. Hélcio Aguirra também fez parte da banda de heavy metal Harppia e do grupo instrumental Mobilis Stabilis

Morte

Hélcio Aguirra morreu na terça-feira, 21/01/2014, aos 54 anos. A mulher do músico, Jane Lopes, disse que ele morreu enquanto dormia, em seu apartamento em São Paulo, e foi encontrado pela irmã. Hélcio Aguirra era hipertenso e há dois meses foi internado por conta de uma crise de pressão alta, segundo a esposa.

O velório de Hélcio Aguirra aconteceu na quarta-feira, 22/01/2014, a partir das 11h30 no Cemitério São Pedro, Avenida Francisco Falconi, em São Paulo. Depois, o corpo foi levado para o Crematório Vila Alpina, onde ocorreu a cerimônia de cremação às 16h00.

De acordo com Jane Lopes, a morte por hipertensão arterial sistêmica foi confirmada por laudo do Instituto Médico Legal (IML). Hélcio Aguirra também sofreu edema agudo dos pulmões, infarto agudo do miocárdio, e aterosclerose.

Fonte: Wikipédia e G1
Indicação: Miguel Sampaio  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!