Ted Boy Marino

MARIO MARINO
(72 anos)
Ator e Lutador de Luta Livre

* Fuscaldo Marina, Itália (18/10/1939)
+ Rio de Janeiro, RJ (27/09/2012)

Ted Boy Marino nasceu em Fuscaldo Marina, na Calábria, província italiana. Foi para Buenos Aires em 1953, no porão de um navio, aos 12 anos de idade, com os pais e mais 5 irmãos. Trabalhava como sapateiro em Buenos Aires, mas aproveitava o tempo livre para treinar luta livre e praticar halterofilismo. Em 1962 já estava participando de programas de Telecatch nos canais 9 de Buenos Aires e 12 de Montevidéu.

Em 1965, Ted Boy Marino chegou ao Brasil. Pouco tempo depois, foi contratado como lutador de Telecatch pela TV Excelsior, onde fez grande sucesso. Nos ringues de luta-livre, ao lado de lutadores como Tigre Paraguaio, Electra, Alex e outros, derrotava vilões como Aquiles, Verdugo, Rasputim Barba Vermelha, El Chasques e Múmia.

Nessa época, também participou do programa "Os Adoráveis Trapalhões", pela mesma TV Excelsior. A diretoria da emissora mandou Wilton Franco fazer um programa com ele e mais o cantor Wanderley Cardoso, ídolo da juventude. Contudo, Wilton Franco precisava de alguém para segurar o texto e escolheu para isto o cantor Ivon Curi, além de escalar Renato Aragão, para fazer o público rir.

Daí surgiu o quarteto, cujo programa atingia entre 50 e 60 pontos de ibope. Em 1968 Renato Aragão e Ted Boy Marino estrelaram o filme "Dois na Lona", no qual Ted Boy Marino vive um lutador que disputa o campeonato brasileiro e enfrenta na final o sanguinário Lobo, vivido por Roberto Guilherme, que até hoje trabalha nos programas de Renato Aragão, sendo o papel mais comum o de Sargento Pincel.

Na TV Globo, Ted Boy Marino participou de quatro programas que apareciam quase que diariamente na telinha. De segunda a sexta tinha o "Sessão Zás Trás", na parte da tarde, onde apresentava desenhos animados. De segunda a sexta, antes do "Jornal Nacional", entrava a novelinha "Orion IV x Ted Boy Marino", onde o protagonista combatia vilões. Nas terças, era a vez do "Oh, Que Delícia de Show", um programa de variedades onde Ted Boy Marino apresentava cantores e números circenses em companhia da atriz Célia Biar. Já aos sábados era exibido o Telecatch, no horário nobre das 9 às 10 da noite e também aos domingos, em São Paulo, ao vivo.


A partir da década de 1980, com o declínio do gênero Telecatch, Ted Boy Marino atuou como coadjuvante no programa "Os Trapalhões", geralmente no papel de vilão, além de fazer pontas em programas humorísticos como a "Escolinha do Professor Raimundo". Também se apresentou em clubes e teatros do interior.

Aposentado, Ted Boy Marino morava no bairro do Leme, Rio de Janeiro, e podia ser visto frequentemente na orla, na altura do Restaurante Mariu's, com seus amigos do vôlei de praia.

Em entrevista recente, Ted Boy Marino disse detestar ver o esporte que praticava comparado com o MMA. "Na verdade, sou um grande aluno dos mexicanos da lucha libre. O que eles fazem é um esporte alegre, divertido, de circo. Como muitos deles, eu não consigo bater em moscas. Se elas vêm, eu só abano. Não sou como o Anderson Silva, que movimentou o Brasil todo com aquela luta agressiva", disse. "Aquilo é coisa para bandido, pô! É matar ou morrer, cheio de violência. Eles dão soco na cara, cotovelada, joelhada... O que é isso", afirmou.

Ted Boy Marino defendia a proibição das transmissões do UFC. "Ou exibir em horário bem tarde para evitar que crianças pudessem assistir". Decepcionado com a decadência do Telecatch no Brasil, Ted Boy Marino comparava a popularidade do esporte no México: "Lá se pratica mais luta livre do que futebol. Tenho muita saudade", confessou. 


Morte

Ted Boy Marino morreu no início da noite de quinta-feira, 27/09/2012, no Rio de Janeiro. Foi submetido a uma cirurgia de urgência no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de janeiro. Aos 72 anos, após cerca de nove horas de operação, Ted Boy Marino não resistiu a uma parada cardíaca e morreu. A informação foi confirmada pela família e pelo hospital. O ator-lutador deu entrada no setor de emergência do hospital durante a manhã com um quadro de trombose e foi encaminhado para o centro cirúrguco imediatamente.

Segundo um de seus filhos, Ted Boy Marino, o ex-lutador já estava sendo submetido a sessões de hemodiálise há três anos, o que enfraqueceu seu organismo. No fim da tarde de quarta-feira, ao chegar de sua última sessão, Ted Boy Marino teria sentido uma dormência nas pernas e não sentia uma delas. Ao ser levado para o hospital, os médicos constataram que houve um entupimento das artérias. Ele foi submetido a uma cirurgia, mas não resistiu.

"Ele era um cara muito debochado, estava feliz até seus últimos dias. Enfrentava a vida da melhor forma possível" - afirmou o filho.

Ted Boy Marino será velado na sexta-feira, 28/09/2012, a partir das 9:00 hs, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio.

Filmografia

  • 1983 - Os Três Palhaços e o Menino
  • 1982 - Os Paspalhões em Pinóquio 2000
  • 1967 - Dois na Lona


2 comentários:

  1. Eu devia ter menos de dez anos de idade, mas ficava até altas horas para ver o Ted Boy Marino lutar contra caras malvados, claro que ele era o mocinho! Também me recordo das participações dele junto com os trapalhões. Vi uma entrevista recente dele, em que ele não guardava mágoas por ter sido deixado de lado pelos trapalhões, ele tinha um bom coração!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei triste com essa notícia!!! Quando eu era pequena, eu adorava ver o Ted lutando! Achava ele lindo. Uma vez eu vi ele lutando com a cantora Vanusa num programa!!! Achei o máximo!!Eu dizia que quando eu crescesse, eu iria me casar com ele!!Até parece...né??!!... Coisas de criança... Que ele esteja sendo muito bem amparado pelo astral superior!!

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!