Ronaldo Adriano

RONALDO ADRIANO
(69 anos)
Cantor e Compositor

☼ Capinópolis, MG (07/09/1950)
┼ Uberlândia, MG (21/08/2020)

Ronaldo Adriano, também conhecido por Letinho, foi um cantor e compositor nascido em Capinópolis, MG, no dia 07/09/1950.

Foi compositor de outras grandes canções que fez o maior sucesso na época, tal como "Você é Doida Demais", que foi gravada por Lindomar Castilho"Se Tivé Muié Nóis Vai", gravada pela a dupla sertaneja, Cezar & Paulinho.

Sendo compositor de várias músicas de sucessos. A sua primeira música de sucesso foi "Pranto do Adeus", que foi gravada pelo cantor José Carlos.

Ronaldo Adriano iniciou a carreira artística na década de 1970, cantando em bares.

Gravou seu primeiro disco em 1974, pela Tapecar, interpretando músicas de Lindomar CastilhoCláudio de Barros, entre outros. Fizeram parte desse disco as músicas "Eu Quero Ver" (Lindomar CastilhoLetinho), "A Parede" (Lindomar Castilho e  Letinho) e "Tira-me Daqui Com Seu Carinho" (Lindomar Castilho e  Letinho), "Nem Tudo Está Perdido" (Lindomar Castilho, Sebastião Ferreira da SilvaLetinho), "Desapareça" (S. Oliveira e Sebastião Ferreira da Silva), "Cinzas do Passado" (Cláudio de Barros), "Vestido Molhado" (Teixeira Filho e Haroldo José) e "Loucura de Amar" (Gervásio Horta). 


Em 1975, em seu segundo LP, gravou as primeiras composições de sua autoria, "Apaixonado" (Ronaldo Adriano e Lindomar Castilho), "Quem Ri Por Último Ri Melhor" (Ronaldo Adriano e Lindomar Castilho) e "A Última Chance" (Ronaldo Adriano e Lindomar Castilho). Nesse disco gravou ainda "Tudo Vai Mudar" (Gervásio Horta e Wagnésio), "Não Vá Embora" (Clayton), "É Somente Você" (Sebastião Ferreira da Silva e Tony Damito) e "O Aeroporto" (Carlos Randall).

Em 1976, gravou seu terceiro LP, interpretando "Doida Desalmada e Atrevida" (Geraldo Nunes da Silva e Zezé), "Irene" (Tony Damito e Sebastião Ferreira da Silva), "Saia Já Desta Casa" (Zezé e Carlos André), "Senhora Aparecida" (Marcos Roberto e Geraldo Santos), "O Teimoso" (Ronaldo Adriano e Lindomar Castilho), "Não Fale Mais Nada" (Ronaldo Adriano e Lindomar Castilho),  "Mãe Solteira" (Ronaldo Adriano e Mourão Filho), além da clássica canção "O Ébrio" (Vicente Celestino). Ainda em 1976, participou do LP "A Grande Parada Nordestina" da gravadora Tapecar, onde teve as participações de Roberto Müller, Bastinho Calixto, Waldirene, Bartô Galeno, Trio Mossoró, entre outros, interpretando a música "Jovem Triste" (Henrique Claudine e Oliveira).

Em 1978, lançou o LP "Em Nome do Amor", com as faixas "Largue Meu Pé" (Benedito Seviero e Oliveira), "Deusa Proibida" (Benedito SevieroMourão Filho), "Cama Vazia" (Benedito Seviero e Francisco do Carmo), "Ela Vai Voltar" (Benedito Seviero e José Homero), "Adeus Para Nunca Mais" (Benedito Seviero e Palito), "Eu Gosto Muito Dela"  (Benedito Seviero e Palito), "Desilusão" (Benedito Seviero e Cláudio Balestro), "Tudo Acabado" (Ronaldo AdrianoBenedito Seviero), "Em Nome do Amor" (Ronaldo Adriano e Benedito Seviero), "Encruzilhada" (Ronaldo Adriano e Benedito Seviero), "Coisinha Fofa Linda de Morrer" (Ronaldo Adriano e Antônio Mendes) e "O Que Você Está Pensando" (Mourão FilhoSebastião Ferreira da Silva).


Em 1979, lançou seu quinto disco pela Tapecar, época em que se encontrava em pleno sucesso, realizando diversos shows pelo Brasil. Nesse disco  gravou as músicas "Cigana" (Tito Mendes), "Diante de Deus" (Mourão Filho e Henrique Claudino), "Não Acredito" (Ronaldo Adriano, Lindomar Castilho e J. Raimundo), "Passageiro da Agonia" (Ronaldo Adriano e Tony Damito), "Dê Um Sorriso" (Ronaldo Adriano, Lindomar Castilho e José Homero), "Você Vai Ter Que Pagar" (Benedito Seviero e Mourão Filho), "Só Me Resta o Amor de Deus" (Antônio Soares e Benedito Seviero)  e "A Hora do Adeus" (Gervásio Horta e Oliveira). Também em 1979, juntamente com Cláudia Barroso, Carlos André, Carlos Alexandre, Fernando Lelis, Amado Batista, Bartô Galeno, entre outros, participou do LP "As Campeãs do Povo", da gravadora Seta/Phonodisc, interpretando o sucesso "O Que Você Está Pensando".

Em 1980, lançou seu último disco pela Tapecar, registrando cinco composições de sua autoria: "Eu Não Posso Suportar" (Ronaldo Adriano e Jean Pierre), "Amando sozinho" (Ronaldo Adriano e Celcino Silva), "Banho de Beijos" (Ronaldo Adriano e Vicente Dias), "Volte Jesus Cristo" (Ronaldo Adriano e Rosa Quadros), "Você Errou de Novo"  (Ronaldo Adriano, Carlos André e Alfranio), "Voltas" (Izaias Souza), "Esta Noite" (Izaias Souza), "Oração de Um Apaixonado" (Vicente Dias e Pascoal Blanque) e "Rasguei o Teu Retrato" (Cândido das Neves). No mesmo ano, foi incluído no LP "Sucesso Nacional", da Som Livre, do qual também participaram Gilliard, Jane e Herondy, Odair José, Bartô Galeno, Sá e Guarabyra, Amado Batista, Carmen Silva, Gilson, Moraes Moreira, Genival Lacerda e Wanderley Cardoso.

Em 1981, transferiu-se para o selo Jangada da EMI/Odeon e lançou "Por Amor", o primeiro LP na nova gravadora, com oito composições de sua autoria, "Chega de Mentiras" (Ronaldo Adriano), "O Revoltado" (Ronaldo Adriano), "Falta Seu Corpo" (Ronaldo Adriano e Vicente Dias), "Rosto Molhado" (Ronaldo Adriano e José Fortuna), "Esqueça o Passado" (Ronaldo Adriano e José Romero), "Nas Ruas do Mundo" (Ronaldo Adriano e Vicente Dias), "Eu Prefiro a Outra" (Ronaldo Adriano e Cida), "Noite Chuvosa" (Ronaldo Adriano e Jesus Belmiro), "Noite Triste" (Benedito Seviero e Léo Caetano) e "Eu Recordo Love Story" (Manoel Pinto e Sebastião Ferreira da Silva). No mesmo ano, sua interpretação da música "Você Não Vale Nada" foi incluída no LP "Românticas do Povo - Volume 2", da Som Livre.


Em 1982, lançou o segundo disco pelo selo Jangada, da EMI-Odeon, com onze composições de sua autoria: "Coração Apaixonado" (Ronaldo Adriano), "Vou Encher a Cara" (Ronaldo Adriano), "Aconteceu" (Ronaldo Adriano), "Nunca Mais" (Ronaldo Adriano), "Amor Espanhol" (Ronaldo Adriano), "Se Ela Telefonar" (Ronaldo Adriano), "Pirado de Amor" (Ronaldo Adriano), "Eu Não Sou Sem Vergonha Não" (Ronaldo Adriano), "Não Dou Dinheiro" (Ronaldo Adriano e Gervásio Horta), "Eu Tinha Razão" (Ronaldo Adriano e Gelcino Silva) e "Ah Que Saudade" (Ronaldo Adriano e Neno).

Em 1983, lançou seu último disco pelo selo Jangada, sendo dez das doze composições gravadas  nesse disco de sua autoria: "Nunca Mais Serei Feliz" (Ronaldo Adriano), "Minha Revolta" (Ronaldo Adriano), "Não Adianta" (Ronaldo Adriano e Neno), "Teu Amor é Um Veneno" (Ronaldo Adriano e Moniz), "Luz da Minha Vida" (Ronaldo Adriano e Creone), "Paz, Amor, Verdade e Luz" (Ronaldo Adriano e Leone Belmiro), "Socorro Meu Deus" (Ronaldo Adriano e Benedito Seviero), "Troféu de Dor" (Ronaldo Adriano Benedito Seviero), "Que Seja Feita a Sua Vontade" (Ronaldo Adriano Benedito Seviero) e "Traição Não Merece Perdão" (Ronaldo Adriano e Márcio França). Ainda em 1983, participou do LP "As 14 Mais da Jangada", da gravadora Jangada/EMI, com a música "Não é Possível" (Júlio César, Beto Ferreira e Rodrigo Otávio).

Em 1984, teve a música "Mulher Perdida" (Ronaldo Adriano e José Macedo de Freitas), gravada pela dupla sertaneja Economista & Contador.


Em 1985, já pela gravadora Chantecler, fez parte do Trio Verdade, com o qual lançou o LP "Agora", onde foram incluídas nove composições de sua autoria: "Apaixonado Demais" (Ronaldo Adriano Neno), "Tomando Mé e Dançando" (Ronaldo Adriano Neno), "Coisinha Maravilhosa"(Ronaldo Adriano, Mangabinha e José Homero), "Cinco Letras" (Ronaldo Adriano, Lourdes Santos e Milton José), "Deixe o Casal em Paz" (Ronaldo Adriano Moniz), "Cordão de Ouro" (Ronaldo Adriano, Anahi e Édson Russo), "Menina Bonita" (Ronaldo Adriano, Nhozinho e M. Cruz), "Agora" (Ronaldo Adriano e Lourdes Santos) e "Nas Ruas do Mundo" (Ronaldo Adriano e Vicente Dias).

Em 1986, lançou LP solo pela Chantecler, interpretando as músicas "Moreninha Provocante" (Ronaldo Adriano e Mano), "Amor Ingrato" (Ronaldo Adriano e Olayr Antônio), "Eu Quero" (Ronaldo Adriano e Milton José), "Rei e Rainha" (Ronaldo Adriano e Nhozinho), "Assim Não" (Ronaldo Adriano Lourival Pedrazini "Palito"), "Um Pingo de Lágrima" (Ronaldo Adriano e Anahi), "A Volta" (Ronaldo Adriano e Tony Damito), "Pobre Milionário" (Ronaldo Adriano e Tony Damito), "Você Me Desperta Para o Amor" (Ronaldo Adriano e Geraldo Nunes), "Irmão Mais velho" (Ronaldo Adriano), "O Avião" (Ronaldo Adriano), "Sinfonia da Mata" (Adelino Moreira), em faixa que contou com a participação especial das Irmãs Galvão

Em 1991, participou do LP "Boleros Sertanejos - Volume 2", da gravadora Copacabana, que incluiu interpretações de Rui Carlos e Renan, João Mineiro & Marciano, Chitãozinho & Xororó, Barrerito, Zezé di Camargo & Luciano, Fátima Leão, Felipe & Falcão, Gilberto & Gilmar, Jair Rodrigues, As Marcianas e Trio Parada Dura, onde Ronaldo Adriano interpretou a música "Noite de Plantão". No mesmo ano, teve as músicas "Palavra de Honra" (Ronaldo AdrianoBenedito Seviero e Rosa Quadros), "Não Aceito Seu Adeus" (Ronaldo Adriano e Mangabinha) e "Filho do Sertão" (Ronaldo Adriano e Mangabinha), gravadas pelo Trio Parada Dura, em LP lançado pela Chantecler.

Em 2002, teve sua música "O Último Adeus" gravada pela dupla sertaneja Di Paullo & Paulino, no CD "Só Modão - Ao Vivo", do selo Caravelas.


Em 2006 foi responsável pelo lançamento da dupla de violeiros Muniz Teixeira & Joãozinho, muito requisitada no programa "Viola Minha Viola", apresentado por Inezita Barroso, na TV Cultura. No mesmo ano, a mesma dupla lançou o CD "Homenagem a Ronaldo Adriano". O álbum, lançado pela gravadora Arte Brasil, contou com quatorze composições de autoria de Ronaldo Adriano, sendo elas "Dor de Cotovelo" (Ronaldo AdrianoEdson Russo e Anahi), "Cordão de Ouro" (Ronaldo Adriano, Edson Russo e Anahi), "Meu Dia de Sol"(Ronaldo Adriano, Paulo Roberto Jurazo e Barrerito), "Barra Pesada" (Ronaldo Adriano Mangabinha), "Chora Coração" (Ronaldo Adriano e Benedito Seviero), "Criminosa" (Ronaldo Adriano, José Homero e Martinez), "Alma Ferida" (Ronaldo AdrianoJosé Homero e Martinez), "Minhas Lembranças" (Ronaldo Adriano, Muniz Teixeira e Irineu Canhavate), "Nos Braços da Solidão" (Ronaldo Adriano Sebastião Rodovalho), "Camisola Preta" (Ronaldo AdrianoJesus Belmiro e José Russo), "Ela Sempre Vai Embora" (Ronaldo Adriano, Praense e Muniz Teixeira), "Berço de Inteligentes" (Ronaldo Adriano, Maracaí e Muniz Teixeira), "O Filho do Mundo" (Ronaldo Adriano e Marrequinho)  e "Amigo Motorista" (Ronaldo Adriano, Muniz Teixeira e José Raimundo).

Em 2009, teve a sua música "Camas Separadas" (Ronaldo Adriano Lindomar Castilho) gravada pelo cantor Léo Magalhães no CD/DVD "Léo Magalhães - Ao Vivo em Goiânia". No mesmo ano, lançou o CD "O Porta-Voz do Romantismo", pelo selo Arte Brasil, produzido por ele e Muniz Teixeira, com as músicas "Paixão e Mágoa" (Ronaldo Adriano Muniz Teixeira), "Vou Parar de Beber" (Ronaldo Adriano Muniz Teixeira), "Eu Não Sei" (Ronaldo AdrianoMuniz Teixeira e Etevaldo Viana), "Aceito Você Assim" (Ronaldo AdrianoMuniz Teixeira e O. Motta), "Sou um Pobre Apaixonado" (Ronaldo AdrianoMuniz Teixeira e Rodovalho), "Rival" (Ronaldo AdrianoMuniz Teixeira e Benedito Seviero), "Mé e Muié" (Ronaldo Adriano Muniz Teixeira), "Ela Sempre Vai Embora" (Ronaldo AdrianoMuniz Teixeira e Praense), "Está Doendo em Mim" (Ronaldo Adriano Muniz Teixeira), "Cara" (Ronaldo Adriano Muniz Teixeira) e "Amigo Motorista" (Ronaldo AdrianoMuniz Teixeira e José Raimundo).

Ronaldo Adriano gravou mais de vinte discos em mais de vinte anos de carreira. Como compositor, teve dezenas de músicas gravadas, tendo Lindomar CastilhoMangabinha e Benedito Seviero como principais parceiros. Teve mais de 800 composições gravadas por grandes nomes da músicas sertaneja, entre eles, Sérgio Reis, Teodoro & Sampaio, Leandro & Leonardo, Chitãozinho & Xororó, Rick & Renner, Milionário & José Rico, Trio Parada Dura e Reginaldo Rossi.

Morte

Ronaldo Adriano faleceu na sexta-feira, 21/08/2020, aos 69 anos, em Uberlândia, MG, vítima de um infarto, após ter se curado da Covid-19. O sepultamento foi no fim da tarde de 21/08/2020, no Cemitério Campo do Bom Pastor, em Uberlândia, MG.

Discografia

  • 2009 - O Porta-Voz do Romantismo (Arte Brasil, CD)
  • 1986 - Ronaldo Adriano (Chantecler, LP)
  • 1984 - Ronaldo Adriano (Jangada / EMI-Odeon, LP)
  • 1983 - Ronaldo Adriano (Jangada / EMI-Odeon, LP)
  • 1981 - Por Amor (Jangada / EMI-Odeon, LP)
  • 1980 - Ronaldo Adriano (Tapecar / Som Livre, LP)
  • 1979 - Ronaldo Adriano (Tapecar / Som Livre, LP)
  • 1978 - Em Nome do Amor (Tapecar, LP)
  • 1976 - Ronaldo Adriano (Tapecar, LP)
  • 1975 - Ronaldo Adriano (Tapecar / RGE, LP)
  • 1974 - Ronaldo Adriano (Tapecar, LP)

Fonte: Wikipédia e Dicionário Cravo Albin da MPB
#FamososQuePartiram #RonaldoAdriano

9 comentários: