Mario Zan

MARIO GIOVANNI ZANDOMENEGHI
(86 anos)
Acordeonista e Compositor

* Roncade, Itália (09/10/1920)
+ São Paulo, SP (09/11/2006)

Mario Giovanni Zandomeneghi, mais conhecido como Mario Zan, foi um acordeonista ítalo-brasileiro, considerado um dos sanfoneiros mais importantes do Brasil, autor da música que é um hino nacional da região do Pantanal, "Chalana" (1940), em parceria com Arlindo Pinto, e do hino do 4º Centenário de São Paulo (1954), famoso por suas canções típicas das festas juninas do centro-sul do Brasil.

 Em 1924, quando ele tinha quatro anos, seus pais, Seu José, que trabalhava em olaria e vinhedo, e Dona Ema, vieram morar no Brasil e foram morar em Santa Adélia, perto de Catanduva, interior do estado de São Paulo, aonde teve como principal incentivador o primo e acordeonista Hilário Fossalussa da folclórica cidade de Olímpia.

Aos 12 anos, quando já tocava habilmente o acordeão, mudou-se para as imediações do Museu do Ipiranga. Aos 13 anos, estreou como sanfoneiro profissional e desde então, em mais de 70 anos de carreira, compôs centenas de músicas, gravadas e regravadas por cantores como Sérgio Reis, Roberto Carlos, Almir Satter e outros. Gravou 300 discos de 78 rotações, 110 LPs e mais de 50 CDs. Foi considerado um dos melhores acordeonistas do Brasil.


O primeiro meio de comunicação que conheceu sua sanfona foi Rádio Record, quando entrou na emissora, onde pediu para tocarem suas músicas e saíu de lá 33 anos depois. Nessa época, um locutor ouviu a batida inconfundível dele nos teclados e ficou encantado. Em seu programa de rádio do Rio de Janeiro, declarou existir um sanfoneiro em São Paulo que fazia verdadeira música brasileira. O nome do locutor era Ary Barroso (1903-1964), o criador de "Aquarela do Brasil".

Conhecido como o compositor do hino dos 400 anos da cidade de São Paulo que já vendeu mais de 10 milhões de cópias até hoje, foi lançado em disco em 78 rpm e, naquele ano, vendeu mais exemplares do que havia de vitrolas no Brasil. Nos 450 anos da cidade fez outro hino e, então, a prefeitura deu-lhe o título de Cidadão Honorário na virada do ano 2003 / 2004, em cerimônia na Avenida Paulista.

Casado pela terceira vez, pai de três filhos e duas filhas, e autor de sucessos nacionais e internacionais, se tornou extremamente popular pelas composições das canções das festas juninas paulistas como a "Quadrilha Completa", "Balão Bonito", "Noites de Junho" e "Pula a Fogueira".

Mario Zan e Chacrinha
Duas de suas canções ultrapassaram as fronteiras brasileiras: "Nova Flor", escrita em parceria com Palmeira e gravado em inglês como "Love Me Like a Stranger", em espanhol como "Los Hombres no Deben Llorar", em alemão como "Fremde oder Freunde", e o "Hino do Quarto Centenário de São Paulo", escrita em parceria com J. A. Alves.

Reconhecido internacionalmente, tem seu nome e retrato expostos no Museu de Artes de Frankfurt, Alemanha, ao lado de grandes instrumentistas de todos os tempos. Luís Gonzaga, o "Rei do Baião", disse uma vez que Mario Zan era o verdadeiro "Rei da Sanfona"Mario Zan  foi tema do enredo da escola de samba Rosas de Ouro em 2002. 

Depois de 15 dias internado com problemas pulmonares e sentir no estômago os efeitos colaterais das medicações, morreu aos 86 anos ainda na ativa, após uma Parada Cardiorrespiratória, no Hospital dos Sorocabanos, em São Paulo. O velório foi na Assembléia Legislativa e o sepultamento no Cemitério da Consolação, cumprindo um de seus últimos desejos que era ser enterrado em frente ao túmulo da Marquesa de Santos. Mario Zan era um grande admirador da amante de Dom Pedro I.

Um comentário:

  1. Grande Sanfoneiro Italiano de Nascimento e Brasileiro de Coração autor de Chalana e Hino do Quarto Centenario.de São Paulo Considerado por Luiz Gonzaga o Rei do Baião o Maior do Brasil em sua epoca Suas Musicas juninas tambem São inesquecivel.Estariacompletando hoje 93 anos.

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!