Cláudio Clarindo

CLÁUDIO CLARINDO DE OLIVEIRA
(38 anos)
Ciclista

☼ Santos, SP (07/05/1977)
┼ Santos, SP (25/01/2016)

Cláudio Clarindo de Oliveira foi um ciclista brasileiro especialista em ultraciclismo, nome que se dá as provas de ciclismo com longuíssimas distâncias.

Especialista em provas de longa distância, Cláudio Clarindo era considerado um dos dez melhores do mundo na modalidade de ultraciclismo.

Entre suas principais conquistas estão cinco conclusões da Race Across America (RAAM), nos anos de 2007, 2009, 2011, 2012 e 2015. Race Across America é um evento que atravessa 4.800 quilômetros dos Estados Unidos e é uma das competições mais duras do mundo. Tornou-se, assim, o primeiro latino-americano a completar cinco vezes a temida prova.

Carreira

Cláudio Clarindo teve seu início esportivo como nadador. Em 1992 iniciou sua carreira no triatlo, onde conquistou alguns títulos na categoria júnior, concluindo inclusive provas do Ironman Brazil.

Marcou seu nome na história no ciclismo de longa distância, onde era considerado um dos dez melhores do mundo na modalidade de ultraciclismo.

Em seus últimos anos de vida, trabalhava também como coordenador de Esportes de Praia da Secretaria Municipal de Esportes de Santos.

Por conta de seus feitos, ele foi um dos atletas escolhidos para levar a Tocha Olímpica Rio - 2016 durante sua passagem pela cidade de Santos.

 Conquistas e Honrarias

Em 2002, tornou-se o primeiro recordista brasileiro de longa distância, com 420 km entre os Estados de São Paulo e Minas Gerais. Foi também vice-campeão do Extra Distance, conquistou recorde Sul Americano de 24 horas em velódromo, com 700 km completados e vice-campeão das 24h de Sebring, realizada na Flórida, Estados Unidos.

Sagrou-se bicampeão das 24h de Fortaleza.

Completou por 7 vezes o Ironman Brasil, e 1 vez o Ironman Hawaii.

Em dezembro de 2011 foi lançado o documentário "Sem Limites Dia e Noite", que trazia um relato da participação de Cláudio Clarindo na Race Across America (RAAM) daquele ano.

Morte

Cláudio Clarindo morreu no dia 25/01/2016, aos 38 anos, após ser atropelado por volta das 8h00, no Km 244 da Rodovia-Rio Santos, enquanto realizava seu treinamento diário.

O motorista que atropelou prestou socorro, mas mesmo assim Cláudio Clarindo morreu. O Hospital Santo Amaro informou que o ultraciclista deu entrada na unidade já em óbito, tendo sofrido parada cardiorrespiratória.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o motorista dormiu no volante, atravessou a pista contrária e atingiu os ciclistas que estavam no acostamento com todos os equipamentos de segurança.

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!