Luiza Bairros

LUIZA HELENA DE BAIRROS
(63 anos)
Administradora

☼ Porto Alegre, RS (27/03/1953)
┼ Porto Alegre, RS (12/07/2016)

Luiza Helena de Bairros foi uma administradora brasileira nascida em Porto Alegre, RS, no dia 27/03/1953. Foi ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Brasil entre 2011 e 2014.

Filha do militar Carlos Silveira de Bairros e da dona de casa Celina Maria de Bairros. Sempre foi estimulada pelos pais quanto a sua formação. Não causou estranheza a seus familiares quando começou a envolver-se com as questões raciais, pois no período de colégio sempre fazia parte de grêmios e na universidade pertencia a diretórios acadêmicos, demonstrando um forte interesse pela militância estudantil.

E foi na universidade, a partir de um amigo participante do diretório acadêmico, que teve seu primeiro contato com informações sobre os movimentos sociais americanos e ao conhecer o material dos Panteras Negras, ficou ainda mais entusiasmada com o caminho que estava traçando para sua luta política.

No início de 1979, participou da Reunião Anual da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência, ocorrida em Fortaleza. Foi impactada pela presença de inúmeros integrantes do Movimento Negro de várias regiões brasileiras, quando travou um contato mais próximo com o pessoal do Movimento Negro Unificado da Bahia e resolveu muda-se para Salvador, no mês de agosto do mesmo ano.


Entre 1976 e início da década de 1990 esteve envolvida em pesquisas relevantes para o conhecimento e combate do racismo no Brasil e nas Américas, como por exemplo sua participação na coordenação da pesquisa do Projeto Raça e Democracia nas Américas: Brasil e Estados Unidos. Uma cooperação entre CRH e a National Conference Of Black Political Scientists (NCOBPS).

Bacharel em Administração Pública e Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) com conclusão em 1975; Especialista em Planejamento Regional pela Universidade Federal do Ceará (UFC) concluindo em 1979; Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutora em Sociologia pela Michigan State University no ano de 1997.

Com toda esta qualificação trabalhou entre 2001 a 2003 no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) na coordenação de ações inter-agenciais e de projetos no processo de preparação e acompanhamento da III Conferência Mundial Contra o Racismo - relação Agências Internacionais/Governo/Sociedade Civil.

Entre 2003 a 2005 trabalhou no Ministério do Governo Britânico para o Desenvolvimento Internacional (DFID), na pré-implementação do Programa de Combate ao Racismo Institucional para os Estados de Pernambuco e Bahia.


Entre 2005 a 2007 foi consultora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), para questões de gênero e raça como coordenadora do Programa de Combate ao Racismo Institucional (PCRI) na Prefeitura da Cidade do Recife, Prefeitura Municipal de Salvador e Ministério Público de Pernambuco.

Enquanto docente trabalhou na Universidade Católica do Salvador (UCSAL), Universidade Federal da Bahia (UFBA), dentre outras. Foi organizadora de alguns livros memoráveis e autora de vários artigos e dossiês. Coordenou diversos eventos na área do combate a discriminação racial.

Dona de uma trajetória respeitável, Luiza Bairros é reconhecida como uma das principais lideranças do movimento negro no País. Fez parte dos grupos de estudiosos e ativistas que contribuíram e lutaram para a superação do racismo e sexismo e esteve nas últimas décadas à frente de inúmeras iniciativas de afirmação da identidade negra na sociedade brasileira.

Pesquisadora na área de políticas públicas para população afro descendente, sempre trabalhou em prol da redefinição de novos caminhos para as mulheres negras, apresentando e sugerindo propostas em políticas voltadas para a igualdade racial e de gênero.

Coroando esta trajetória no dia 08/08/2008 tomou posse como titular da Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial da Bahia (SEPROMI), no governo Jaques Wagner quando foi convidada pela presidente Dilma Rousseff a participar de seu ministério em 2011.

Morte

Luiza Helena de Bairros morreu em Porto Alegre, RS, na terça-feira, 12/07/2016, em virtude de um câncer de pulmão. O corpo de Luiza Bairros foi sepultado na tarde de quinta-feira, 14/07/2016, no Cemitério João XXIII, em Porto Alegre, RS.

O sepultamento foi realizado às 15h00, segundo a administração do jazigo. O velório teve início no dia da morte de Luiza Bairros no cemitério, mas o corpo foi transferido na quarta-feira, 13/07/2016, para o Memorial da Assembleia Legislativa, onde familiares, amigos e colegas de militância prestaram as últimas homenagens.

Após a solenidade na Assembleia, o corpo foi encaminhado diretamente para o jazigo.

Indicação: Miguel Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!