Paulynho Paixão

FRANCISCO DE PAULA MOURA
(43 anos)
Cantor e Compositor

☼ São Miguel da Barra Grande, PI (17/01/1977)
┼ Teresina, PI (03/04/2020)

Francisco de Paula Moura, mais conhecido como Paulynho Paixão, considerado como "Rei do Coladinho", foi um cantor e compositor nascido em São Miguel da Barra Grande, PI, no dia 17/01/1977.

Paulynho Paixão foi criado na roça, mais precisamente na Fazenda São Luís, zona rural de São Miguel da Baixa Grande, interior do Piauí - a 138 km da capital Teresina. Paulynho Paixão passou a infância escutando programas de música sertaneja em um radinho de pilha. Os populares "Alvorada Sertaneja", na Rádio Nacional de Brasília, e "Programa do Roque Moreira", na Rádio Pioneira, de Teresina, eram suas companhias mais frequentes durante o trabalho no campo e também nas horas vagas.
"Sem entender nada de música eu já gostava. Como as crianças hoje gostam da nossa música, eu gostava de Zezé di Camargo & Luciano. Ouvia muito sertanejo enquanto tirava leite de vaca. Coisa bem fazenda mesmo. Na roça não se tem muita diversão. As poucas vizinhas que a gente tinha queriam saber dos boyzinhos da cidade. Ouvir e fazer música eram minhas grandes diversões!"
(Lembrou Paulynho Paixão, que não se fez de modesto ao comparar a sua trajetória de vida à de seu ídolo Zezé Di Camargo)


Paulynho Paixão começou a compor ainda criança. Nunca havia estudado música, não sabia tocar qualquer instrumento, não conhecia notas musicais ou cifras. Apenas escrevia versos rimados inspirados no dia a dia. A melodia surgia naturalmente. "Era de ouvido, coisa de dom mesmo. Ninguém explica... a gente atribui isso a Deus!", contou o compositor de aproximadamente mil canções, segundo suas próprias contas.

Romântico nato, Paulynho Paixão afirmou que 90% de suas letras falam de amor.
"As meninas tinham diários. Eu fazia músicas contando histórias da vida e acho que por isso as pessoas se identificam. Cada fora e cada sim que eu levei inspirou muito essa coisa do romance, do amor nas minhas músicas!"
(Paulynho Paixão)

Ainda criança, nas festinhas nas redondezas da Fazenda São Luís e mesmo na cidade, Paulynho Paixão passou a se convidar para cantar.
"Quando eu via o pessoal tocando em bar, aquela coisa de 'vocalista-tecladista', eu pedia para tocar. Ninguém dava muita confiança, mas deixavam. Fui tomando gosto!"
(Paulynho Paixão)

Nessas brincadeiras despretensiosas teve início a ideia fixa de Paulynho Paixão se tornar músico profissional.


Paulynho Paixão virou febre depois de estourar nos forrós e rádios populares do Nordeste com um misto de forró, brega e sertanejo. Em shows, festas particulares, carros de som, propagandas em rádio e até como toques de telefone celular.

Febre no Nordeste, suas canções estão entre as mais pedidas nas rádios e são tocadas pelas bandas de forró mais populares do país. Nesse segmento é comum que os repertórios das bandas coincidam já que a maior parte dos grupos de forró executa hits da concorrência em seus shows. Para isso, é preciso que a música em questão seja um grande sucesso. E, como se diz no jargão musical: "Paulynho Paixão está estourado!".

Autor de músicas românticas, Paulynho Paixão teve suas canções regravadas por grandes nomes da música brasileira, como Simone & Simária, Léo Magalhães, Xande Avião, Gustavo Lima, entre vários outros.

Paulynho Paixão teve em sua vida um envolvimento com drogas e ficou por um tempo longe dos palcos, até quando participou do programa "Domingo Show", da TV Record, sob apresentação de Geraldo Luís. Na ocasião, o cantor teve apoio e foi internado para reabilitação.

Em 2018, Paulynho Paixão voltou a fazer shows e conquistou novamente o retorno à carreira musical, onde lançou canções inéditas que tocaram no Brasil inteiro, a exemplo da música "Nota Dez", que tomou de conta da programação do rádio e televisão piauiense, maranhense, entre outros.

Paulynho Paixão foi preso em um hotel em Bacabal, MA, após denúncia de agressão por parte de sua esposa.
Violência Doméstica

Paulynho Paixão chegou a ser preso, em agosto de 2019, por agressão contra sua esposa, Wilma Alves da Silva, conhecida como Tayanne Costa. A Justiça acatou a denúncia no dia 21/01/2020.

O caso ocorreu em um hotel no dia 11/08/2019, após um show na cidade de Bacabal, MA, a 247 km de São Luís, MA. Na época, Paulynho Paixão foi enquadrado na Lei Maria da Penha e acabou preso após uma denúncia de agressão por parte de Tayanne Costa.

Morte

Paulynho Paixão faleceu na madrugada desta sexta-feira, 03/04/2020, aos 43 anos, vítima de um acidente de moto em uma rodovia no Estado do Piauí, próximo a cidade de São Miguel da Baixa Grande, 159 km de Teresina.

A carreira de Paulynho Paixão foi interrompida após o cantor se envolver em dois acidentes durante o intervalo de menos de três horas:

O primeiro acidente ocorreu por volta das 22h00, onde Paulynho Paixão perdeu o controle do veículo que dirigia, modelo Corolla, na BR 316, à altura da cidade de Passagem França, PI. Neste acidente, Paulynho Paixão saiu ileso e foi levado para sua residência na cidade de São Miguel da Baixa Grande, PI. No entanto, o cantor saiu novamente de casa, dessa vez em sua motocicleta, e acabou se envolvendo em um segundo acidente.

Horas depois, os irmãos de Paulynho Paixão foram ao local para tentar buscar o carro em que ele havia se acidentado. Contudo, retornando à cidade, encontraram o cantor caído no chão, próximo ao Riacho Dantas, na PI-225, altura da cidade de São Miguel da Baixa Grande, a 159 km de Teresina. Eles encontraram a moto e Paulynho Paixão na margem da rodovia Estadual.

Paulynho Paixão foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu e faleceu por volta de 3h00 da manhã do dia 03/04/2020.

O velório de Paulynho Paixão aconteceu em São Miguel da Baixa Grande, PI, cidade natal do cantor.

Paulynho Paixão deixou esposa, dois filhos e mais de seis mil músicas registradas em cartórios. A família informou que o cantor produziu recentemente, durante a quarentena, cerca de 10 novas músicas.

Fonte: WikipédiaSom 13 
#FamososQuePartiram #PaulynhoPaixão

2 comentários:

  1. Meus sentimentos.
    Acessei para ver informações sobre nosso querido Pedrinho da Luz, ex Fevers. Lamentavelmente vejo uma informação tão dolorosa como essa, do falecimento do responsável pelo blog. Que Deus o tenha e meus sentimentos sinceros de pesar à família. O Plano Espiritual o receberá com todo o carinho.

    ResponderExcluir
  2. Esse era pra morrer mesmo, 2 acidentes no mesmo dia ! tá loko

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!