Barão de Ivinhema

FRANCISCO PEREIRA PINTO
(93 anos)
Militar

* Rio de Janeiro, RJ (23/05/1817)
+ Rio de Janeiro, RJ (07/05/1911)

Francisco Pereira Pinto, primeiro e único Barão de Ivinhema, foi um militar brasileiro, tendo alcançado a patente de vice-almirante.

Filho de José Pereira Pinto e de Maria Genoveva Souto Maior. Casou-se em primeiras núpcias quando ainda não tinha o título de Barão, com Francisca Eulália Gavião e em segundas, já como Barão de Ivinhema, com Rita Jacques Pereira Pinto, viúva do Conselheiro e Marechal de Campo Francisco Félix da Fonseca Pereira Pinto.

Tendo-se formado na Academia da Marinha em 1834, cinco anos depois já comandaria um patacho como segundo-tenente, em força naval formada para debelar uma revolta em Laguna, Santa Catarina.

Participou da esquadra que trouxe a futura imperatriz-consorte Teresa Cristina Maria de Bourbon.

Durante a Guerra do Paraguai, participou da Batalha do Paiçandu. Exerceu diversos cargos administrativos da Marinha, como diretor da Escola da Marinha, diretor do Arsenal e Ministro Supremo do Tribunal Militar.

Moço fidalgo da Corte, recebeu os graus de grã-cruz da Imperial Ordem de São Bento de Avis e da Ordem Militar de Avis, de Comendador da Imperial Ordem de Cristo e da Imperial Ordem de Francisco José da Áustria, entre outras.

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!