Márcia Real

EUNICE ALVES
(88 anos)
Atriz, Dubladora e Apresentadora de Televisão

☼ São Paulo, SP (06/01/1931)
┼ Ibiúna, SP (15/03/2019)

Márcia Real, cujo verdadeiro nome é Eunice Alves, foi uma atriz e dubladora nascida em São Paulo, SP, no bairro do Ipiranga, no dia 06/01/1931.

De família humilde, teve um avô advogado, que logo percebeu a vivacidade e a memória da neta e que desejava que ela fosse advogada também. Mas lá dentro de si, Márcia Real dizia: "Eu quero é ser artista!".

Márcia Real tem uma irmã, Regina, e sempre foi muito apegada à mãe, mas foi o pai, que era ponto em uma companhia amadora de teatro, que levava a menina a ver espetáculos, e ela ficava fascinada.

E um dia, já adolescente, no final da década de 40, cruzou na rua com a atriz Bibi Ferreira. Estava ali traçado o seu destino. No mesmo momento, após ligeira conversa, ganhou um papel na peça "Minhas Queridas Esposas". Antes disso já tinha tido uma experiência na Rádio Tupi com o famoso radialista e diretor, Otávio Gabus Mendes.

Com o teatro foi logo viajar, e para isso enfrentou toda a família.

No cinema a estreia aconteceu em 1949 no filme "Carnaval no Fogo".

Márcia Real tornou-se uma bonita mulher, alta, loira, atraente. E assim começou na televisão, onde ganhou imediatamente um papel, já que tinha tudo para isso, inclusive a voz que era forte e marcante. E foi graças ao tipo físico e a voz que estreou na televisão em 1952, atuando nos programas "TV de Vanguarda" e "TV Comédia", na TV Tupi.

Márcia Real foi um dos principais nomes da TV Tupi de São Paulo, fazendo papéis como: Lady Macbeth Ana Karenina.

Depois passou para a TV Excelsior, onde ganhou papéis importantes em inúmeras novelas, tendo participado com grande relevância em "Redenção" (1966), a mais longa novela que já esteve no ar, com 652 capítulos.

Quando ainda na TV Tupi, casou-se com o violinista Joel, com quem teve a primeira filha, Márcia Regina. Mais tarde separou-se e casou-se com Lauro, com quem teve sua segunda filha Karina.

Márcia Real, porém, não foi só atriz, Sua inteligência e dom natural para falar, fizeram dela uma grande apresentadora de televisão. Salientou-se no "Clube dos Artistas", ao lado de Airton Rodrigues, no qual ficou por 10 anos.


Ganhou vários prêmios, entre eles o Troféu Roquette Pinto, o principal prêmio de televisão da década de 1960, por três vezes.

Participou de vários filmes, mas gostava de salientar o filme "O Sobrado" (1956) com texto de Walter George Durst e direção de Cassiano Gabus Mendes. Continuou, porém, constantemente em teatro, com aparições brilhantes, dentre elas como: Marlene Dietrich, na peça "Piaf", ao lado de Bibi Ferreira, onde realmente ficou exatamente igual à famosa atriz de cinema, a ponto do público se levantar e aplaudir de pé.

Em 2003 foi a Maria Alice do filme "Avassaladoras", estrelado por Giovanna Antonelli e Reynaldo Gianecchini.

Márcia Real costumava dizer:
"Hoje estou sozinha, isto é, sem marido, mas para mim a vida é a família, as filhas, os genros, e netos, e à noite, o teatro. E tendo isso tenho tudo. Com todas as injustiças, a ingratidão, ou dificuldades que possa ter passado, sou grata à Deus, pois fui uma menina pobre, mas lutei, consegui, venci. E se pudesse recomeçar, faria exatamente tudo o que fiz!" 
Morte

Márcia Real faleceu na madrugada de sexta-feira, 15/03/2019, aos 88 anos, em um hospital de Ibiúna, SP. A causa da morte não foi divulgada. Ela sofria de Mal de Alzheimer há mais de uma década.

Márcia Real deixou duas filhas e três netos.

Márcia Real  foi velada no Cemitério São Paulo a partir das 17h30 de sexta-feira, 15/03/2019, e o sepultamento ocorreu às 10h00 de sábado, 16/03/2019.

Marcos Frota e Márcia Real
Carreira

Televisão
  • 2003 - SPA TV Fantasia ... Dona Meire
  • 2001 - O Direito de Nascer ... Augusta Monteiro
  • 1999 - Ô Coitado ... Heliodora (Lili)
  • 1997 - Canoa do Bagre ... Matilde
  • 1997 - O Olho da Terra ... Aparecida
  • 1996 - Irmã Catarina ... Irmã Serafina
  • 1994 - Quatro Por Quatro ... Isadora Herrera Franco
  • 1992 - De Corpo e Alma ... Sálvia Lopes
  • 1990 - Mico Preto ... Áurea Menezes Garcia
  • 1988 - Bebê a Bordo ... Valquíria
  • 1979 - Gaivotas ... Idalina
  • 1978 - Aritana ... Guiomar
  • 1973 - Vidas Marcadas
  • 1973 - Venha Ver o Sol na Estrada ... Belinda
  • 1972 - O Leopardo ... Odete
  • 1972 - O Tempo Não Apaga ... Elisa
  • 1971 - Os Deuses Estão Mortos ... Emília
  • 1970 - As Pupilas do Senhor Reitor
  • 1969 - Dez Vidas
  • 1969 - Sangue do Meu Sangue ... Princesa Isabel
  • 1969 - Os Estranhos ... Ofélia
  • 1968 - Legião dos Esquecidos ... Teresa
  • 1966 - Redenção ... Lola
  • 1966 - A Grande Viagem ... Marion
  • 1965 - Vidas Cruzadas ... Andréa
  • 1965 - Pecado de Mulher
  • 1964 - Mãe
  • 1964 - Isabella
  • 1964 - Corações em Conflito ... Isabel
  • 1959 - TV de Comédia ... Marla / Madame Arcati / Suzana
  • 1958 - TV Teatro ... Vários Personagens
  • 1958 - Suspeita
  • 1958 - TV de Comédia ... Yolanda
  • 1956 - Grande Teatro Tupi ... Vários Personagens
  • 1956 - Uma História de Ballet
  • 1953 - O Mártir do Calvário ... Madalena
  • 1953 - Delícias da Vida Conjugal
  • 1953 - A Viúva
  • 1953 - 48 Horas Com Bibiana
  • 1952 - Senhora ... Aurélia Camargo
  • 1952 - Vestidos da Minha Vida
  • 1952 - TV de Vanguarda ... Vários Personagens (1952-1961)


Filmes
  • 2002 - Avassaladoras ... Maria Alice
  • 1976 - Possuída Pelo Pecado
  • 1976 - Amadas e Violentadas ... Carmen
  • 1975 - O Rei da Noite ... Sinhá
  • 1975 - A Ilha do Desejo ... Madame Geny
  • 1964 - O Vigilante Contra o Crime
  • 1956 - O Sobrado ... Alice Terra Cambará
  • 1951 - Liana, a Pecadora ... Liana
  • 1949 - Carnaval no Fogo


Trabalhos em Dublagem
  • 1965 - Endora na 1ª temporada da série "A Feiticeira"
Entre outros.


Prêmios e indicações

1961 - Troféu Imprensa de Melhor Atriz ... Venceu

Fonte: Wikipédia e Correio Brasiliense
Indicação: Miguel Sampaio, Simone Simas, Fada Veras e Neyde Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!