Ary Leite

ARISTIDES LEITE GUIMARÃES
(56 anos)
Ator e Humorista

☼ Rio de Janeiro, RJ (11/06/1930)
┼ Rio de Janeiro, RJ (1986)

O carioca Aristides Leite Guimarães, mais conhecido por Ary Leite, foi um dos nomes mais representativos do humor brasileiro nas décadas de 60 e 70 da televisão brasileira.

Começou a carreira no rádio e trabalhou em todas as emissoras de rádio e TV do Rio de Janeiro, onde criou personagens que ficaram para a história do humorismo brasileiro.

Seu personagem mais famoso foi o Seu Saraiva, aquele da "Tolerância Zero", que ele criou em 1958, com muito sucesso e aceitação por parte do público, e que a TV Globo trouxe de volta no programa "Balança Mas Não Cai", desta vez com interpretação do ator Francisco Milani, na década de 80.

Na televisão, Ary Leite, participou dos programas "Balança Mas Não Cai" (1968), "Reapertura" (1981), "A Festa é Nossa" (1983), "Humor Livre" (1984) e "Viva o Gordo", ao lado de Jô Soares.

Ary Leite também fez cinema, onde estreou em 1955 com "Carnaval Em Lá Maior" e depois participou, na década de 60, de "Vagabundos No Society" e "A Espiã Que Entrou Em Fria". Também esteve em "Tô Na Tua, Ô Bicho" (1971), "Os Três Palhaços e o Menino" (1982) e "Um Sedutor Fora de Série" (1983).

Ary Leite morreu no Rio de Janeiro, sua cidade natal, onde trabalhou a vida inteira, três meses após implantar sua terceira ponte de safena, aos 56 anos de idade. Quando faleceu pertencia ao elenco do programa "Viva o Gordo", da TV Globo.

Filmografia

  • 1984 - Humor Livre (Série de TV)
  • 1983 - A Festa é Nossa (Série de TV)
  • 1983 - Um Sedutor Fora de Série
  • 1982 - Os Três Palhaços e o Menino
  • 1971 - Tô na Tua, Ô Bicho
  • 1968 - Balança Mas Não Cai (Série de TV)
  • 1962 - Vagabundos No Society
  • 1967 - A Espiã que Entrou Numa Fria

Fonte: Wikipédia

2 comentários:

  1. GRANDE HUMORISTA É UM PENA QUE A GERAÇÃO DE HOJE NÃO TEVE OPORTUNIDADE DE VER SEUS TRABALHOS...

    ResponderExcluir
  2. Ary Leite (Aristides Leite Guimarães) nasceu em Cantagalo, no centro-norte Fluminense, m 11 de junho de 1931.  
    Ary Leite viveu grande parte da sua vida em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, onde constituiu família. Nesta cidade exerceu várias atividades profissionais. Foi bancário, gerente do cinema local (cine-Juçara), radialista tendo sido, inclusive, diretor da Rádio Princesinha da vizinha cidade de Miracema (RJ). Em Pádua criou companhia de teatro, apresentando peças dramáticas e comédias. Dono de bela voz também cantava nos shows. O "Hino a Pádua" é de sua autoria.  

    Hino de Pádua

    Pádua, Oh! Pádua!
    Terra de grande esplendor
    Teus filhos te trazem na alma
    Com enorme fervor
    Aceita agora este hino
    Feito em teu louvor

    É pequeno, singelo, porém,
    Contém ternura, paixão e amor

    És a cidade mais linda
    Como jamais conheci
    Tens a beleza natural
    Como eu nunca vi
    O Pomba cortando-te ao meio
    Regando teu vasto seio

    Teu povo trabalha e sempre vence
    És a rainha do Norte Fluminense. 

    Obs: Quando o hino foi composto, Pádua pertencia ao Norte do Estado, a divisão Norte/Noroeste veio a posteriori. 
    Fonte: www.carlosferreirajf.blogspot.com

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!