Duse Nacaratti

DUSE NACARATTI
(67 anos)
Atriz

* Cataguases, MG (22/06/1942)
+ Rio de Janeiro, RJ (23/07/2009)

Duse Nacaratti era considerada uma grande dama do teatro brasileiro e musa do teatro besteirol.

Durante sua carreira, Duse pisou nos palcos interpretando diversas peças do dramaturgo Nelson Rodrigues. Ela participou de duas montagens diferentes de "Beijo no Asfalto", uma em 1967 e a outra em 2001. Atuou na versão de Luiz Artur Nunes para "Vestido de Noiva" estrelado por Malu Mader e fez "A Mulher Sem Pecado", na década de 1970.

No cinema, Duse Nacaratii participou dos filmes "Elvis & Madona" (2008); " O Grande Mentecapto" (1989); "Com Licença, Eu Vou à Luta" (1986); "Romance de Empregada" (1987); "Vento Sul" (1986); "Areias Escaldantes" (1985); "Bete Balanço" (1984).

Com poucos trabalhos em televisão e no cinema, Duse dizia que tinha virado uma "proletária do teatro" - dessas que "vivem vendo a geladeira vazia e que andam de ônibus" - nos últimos anos. Mas não trocaria sua carreira por outra e lembrava sempre de uma frase de Rubens Corrêa.

- Ele dizia que não há nada que se compare à felicidade e ao prazer de se estar no palco, nem sexo, nem dinheiro, nem um banho de mar, nem Londres - disse ela em entrevista ao Segundo Caderno, em 2004.

Na TV, Duse Nacaratti atuou em "Desejos de Mulher" (2002); "Brava Gente" (seriado de 2001); do programa "Você Decide" (1992); "Cambalacho" (1986); "Corpo a Corpo" (1984); "Sol de Verão" (1982); do programa "Chico Anysio Show" (1982); do seriado "Ciranda, Cirandinha" (1978).

Em 2007 ela participou do seriado infantil "Sítio do Picapau Amarelo", na Rede Globo, e em 2008 esteve em cartaz no Rio de Janeiro com a peça "A Falecida", de Nelson Rodrigues.

O último trabalho na televisão de Duse, chamada pelos amigos como a "Soberana da Comédia", foi no papel de Tia Saudade, na novela "Negócio da China".

Duse Naccarati morreu na madrugada do dia 23/07/2009, aos 67 anos. A atriz sofreu uma parada cardíaca em sua residência e deu entrada no hospital. Em seguida, teve uma série de paradas cardíacas até que, pela manhã, não resistiu. A causa da morte foi diagnosticada como Insuficiência Respiratória Consequente de Paradas Cardíacas.

A família declarou que aceitou bem a morte da parente, já que ela vinha apresentando uma saúde bem debilitada nas últimas semanas. A atriz estava acompanhada de sua irmã e alguns sobrinhos.

O corpo da atriz foi velado na São João Batista e cremado no Cemitério do Caju.

Fonte: Dramaturgia Brasileira - In Memoriam

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!