Otto Lara Resende

OTTO DE OLIVEIRA LARA RESENDE
(70 anos)
Escritor e Jornalista

* São João Del-Rei, MG (01/05/1922)
+ Rio de Janeiro, RJ (28/12/1992)

Otto Lara Resende nasceu em 01/05/1922, na Rua da Matola 9, São João Del Rey. Foi um jornalista e escritor brasileiro. Otto Lara Resende é pai do economista André Lara Resende. Seu pai, Antônio de Lara Resende, era professor, gramático e memorialista, e foi casado com Maria Julieta de Oliveira, com quem teve 20 filhos, dos quais Otto era o quarto.

O seu pai, professor, era dono do próprio colégio, o Instituo Padre Machado que foi transferido para Belo Horizonte em 1938, levando toda a família. Otto começou a escrever no jornalzinho do colégio que era vistoriado pelo professor Benone.

Em 1938, aos 16 anos, quando já morava em Belo Horizonte, Otto começou a ter maior contato com autores lançados na época. Conheceu Fernando Sabino e entrou para o escotismo, frequentou o curso de inglês com Paulo Mendes Campos e tornou-se amigo de Hélio Pellegrino, com quem lançou o jornal Liberdade em oposição ao Estado Novo.

Nesta época, Otto já trabalhava como professor de português e francês. Em 1939, foi convidado para trabalhar no serviço do Imposto Territorial da Secretaria de Finanças de Minas Gerais. Aos dezoito anos, iniciou como jornalista no jornal O Diário, de Belo Horizonte, estreando com o artigo "Panelinhas Literárias".

No decorrer de sua vida trabalhou no Diário de Minas e no Rio de Janeiro, nos veículos Diário de Notícias, O Globo, Diário Carioca, Correio da Manhã, Última Hora, Manchete, Jornal do Brasil, TV Globo, e no paulista Folha de São Paulo.


Em 1945, mudou-se para o Rio de Janeiro, já formado em direito, trabalhou como jornalista e funcionário público. Em 1948, casou-se com Helena, neta do ex-governador de Minas Gerais, João Pinheiro.

Otto Lara Resende publicou o seu primeiro livro de contos, "Lado Humano", em 1952, pela editora A Noite. Em 1957, publicou o seu segundo livro "Boca do Inferno", pela editora José Olympio. Depois de ter trabalhado na revista Manchete como redator-chefe e diretor, se demitiu e viajou com a família para a Bélgica, onde exerceu trabalhos culturais na embaixada brasileira.

Fundou com Rubem Braga e Fernando Sabino, entre outros amigos, a Editora do Autor. Lá, publicou "O Retrato Na Gaveta" (1962) e "O Braço Direito" (1963). Em 1964, escreveu "A Cilada", um conto sobre a avareza, no livro "Os Sete Pecados Capitais", publicado pela Editora Civilização Brasileira, e do qual participaram também Guimarães Rosa (Soberba), Carlos Heitor Cony (Luxúria), Mário Donato (Ira), Guilherme Figueiredo (Gula), José Condé (Inveja) e Lygia Fagundes Telles (Preguiça).

Na década de 60, tornou-se editoralista do Jornal do Brasil. Em 1967, estreou o programa de TV "O Pequeno Mundo De Otto Lara Resende", na TV Globo, uma participação diária de 60 segundos durante a qual falava sobre os acontecimento do dia. Em 1979, foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira 39, em 2 de outubro.

Depois de prestigiado sucesso como cronista da Folha de São Paulo, no início da década de 90, em 1992, largou o jornalismo aos 70 anos de idade.

Em 28 de dezembro de 1992, faleceu vitimado por uma Embolia Pulmonar e Infecção Hospitalar. Na época de sua morte, trabalhava como cronista para o jornal Folha de São Paulo.


Academia Brasileira de Letras

Em 3 de julho de 1979, foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, na cadeira 39, vaga com a morte de Elmano Cardim.

Obras

  • 1952 - O Lado Humano (Contos)
  • 1957 e 1998 - Boca Do Inferno (Contos)
  • 1962 - O Retrato Na Gaveta (Contos)
  • 1964 - O Braço Direito (Romance)
  • 1965 - A Cilada (Conto, publicado em "Os Sete Pecados Capitais")
  • 1975 - As Pompas Do Mundo (Contos)
  • 1991 - O Elo Partido e Outras Histórias (Contos)
  • 1993 - Bom Dia Para Nascer (Crônicas na Folha de São Paulo)
  • 1994 - O Príncipe E O Sabiá E Outros Perfis (História)
  • 1995 - A Testemunha Silenciosa (Novelas)



Um comentário:

  1. Ufa! Como dizem os capachos... A justiça tarda mais nunca faia".

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!