Wilson Fittipaldi

WILSON FITTIPALDI
(92 anos)
Radialista, Empresário e Piloto Automobilístico

* Santo André, SP (04/08/1920)
+ Rio de Janeiro, RJ (11/03/2013)

Wilson Fittipaldi foi um piloto de automóveis, empresário e radialista brasileiro, especializado em automobilismo. Filho de imigrantes italianos, Wilson Fittipaldi desde cedo interessou-se por carros e motos, e no final da década de 1930, já era locutor.

Em 1943 casou-se com Juzy Vojciechoski e no dia de natal deste mesmo ano, nasceu seu primeiro filho, Wilson Fittipaldi Júnior.

Conhecido como "Barão", Wilson Fittipaldi trabalhou durante décadas nas transmissões da rádio paulista Panamericana, depois conhecida como Jovem Pan, e também foi comentarista do telejornal Record em Notícias (1973-1996) da TV Record, na década de 80. Além da locução, ele também foi organizador de provas automobilísticas e de motos, acompanhando de perto o nascimento do autódromo de Interlagos. Como piloto, participou de várias provas, sendo, em algumas, piloto e repórter ao mesmo tempo.

Wilson Fittipaldi é pai dos irmãos Emerson Fittipaldi e Wilson Fittipaldi, e avô de Christian Fittipaldi, todos pilotos brasileiros de várias categorias, incluindo a Fórmula 1.


Morte

Wilson Fittipaldi morreu aos 92 anos na madrugada de segunda-feira, 11/03/2013. Ele estava internado desde 25/02 no Hospital Copa D'Or, na Zona Sul do Rio de Janeiro. De acordo com a assessoria do hospital, ele deu entrada com problemas respiratórios e estava internado no centro de tratamento intensivo coronariano. O hospital não divulgou mais detalhes sobre a causa da morte, a pedido da família.

Wilson Fittipaldi foi o fundador da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), e o primeiro narrador de corridas no rádio brasileiro - o primeiro título mundial de Fórmula 1 do filho Emerson Fittipaldi, em 1972, foi narrado por ele.

A morte de Wilson Fittipaldi foi divulgada, via Twitter, pelo próprio Emerson Fittipaldi, que postou uma série de mensagens demonstrando carinho pelo pai. Segundo ele, a última vez em que falou com o pai foi na noite de domingo, 10/03/2013, mas o pai já não respondia.


"Ontem falei no ouvido do meu pai que linda família que ele formou e que todos nós estávamos torcendo e orando para que ele melhorasse. E que Deus sempre amou a nossa família e ele também. Foi nesse momento que ele pela primeira vez e única desde que esta internado abriu os olhos. Ele balançou a perna, movimentou a boca, era um sinal de amor para essa família grande e querida. Eu a Rosana e a Tânia ficamos muito emocionados."
(Emerson Fittipaldi)

Fonte: Wikipédia, G1 e UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!