Chico Doido de Caicó

FRANCISCO MANOEL DE SOUZA FORTE
(69 anos)
Poeta

* Caicó, RN (1922)
+ Duque de Caxias, RJ (1991)

Francisco Manoel de Souza Forte, conhecido como Chico Doido de Caicó, foi um poeta brasileiro, autor de poesias erótico/debochadas.

Pouco se sabe sobre a vida de Francisco Manoel de Souza Forte. Nos anos 40, saiu de Caicó e foi servir na Marinha Mercante. Nos anos 50, residiu em Natal, RN.

Chico Doido nos últimos anos de vida frequentou a famosa Feira de São Cristovão, no Rio de Janeiro, onde divulgava seu trabalho. Pouco antes de sua morte foi descoberto por Nei Leandro de Castro e Moacy Cirne, que passou a divulgar seus poemas.


Repercussão

Após ser apresentado aos poemas de Chico Doido por Nei Leandro de CastroMoacy Cirne passou a publicá-los em seu fanzine-panfleto "Balaio Porreta" a partir de 1991.

Em 1993, foi lançado postumamente à Academia Brasileira de Letras. Em 1994, foi postumamente, e representado por Moacy Cirne, patrono da turma de formandos de Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Em 2002, Moacy Cirne e Nei Leandro publicaram a coletânea "69 Poemas de Chico Doido de Caicó" (Natal, Sebo Vermelho)

Teatro

Pouco após a publicação da coletânea, foi tema da peça "Chico Doido de Caicó", dirigida pelo ator Leon Góes, permanecendo em cartaz por dois meses no Teatro Vila Lobos. A peça gerou repercussão suficiente para que fosse publicado um artigo sobre Chico Doido no jornal francês Le Monde.

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!