Fernandão

FERNANDO LÚCIO DA COSTA
(36 anos)
Jogador de Futebol, Dirigente e Técnico

* Goiânia, GO (18/03/1978)
+ Aruanã, GO (07/06/2014)

Fernando Lúcio da Costa, mais conhecido como Fernandão, foi um futebolista e dirigente brasileiro.

Iniciou sua carreira nas categorias de base do Goiás como meia, e aos dezesseis anos passou a jogar bola no time profissional. Foi no Goiás onde passou a ter destaque no cenário futebolístico, entre 1995 e 2001, quando conquistou cinco estaduais, duas Copas Centro-Oeste e um Brasileiro da Série B na posição de meio de campo.

Devido ao seu futebol de grande técnica e seus cabeceios certeiros, teve a oportunidade de ir para a Europa, onde jogou pelo Olympique de Marselha, por quase três anos, depois foi transferido para o Toulouse, também da França, lá começou a jogar de atacante.

Na volta para o Brasil, Fernandão foi para o Internacional, sendo que Fernando Carvalho, presidente do Internacional na época, fez grande esforço para contratar o jogador. Foi no Internacional onde atingiu seu melhor momento no futebol. Logo em seu jogo de estréia, marcou o milésimo gol da história do clássico Grenal, feito que lhe rendeu uma placa e o fez cair nas graças da torcida colorada.

Após se adaptar rapidamente ao futebol gaúcho, chegou a vestir a camisa da Seleção Brasileira em um amistoso contra a Seleção da Guatemala.

Em 2006, Fernandão foi o capitão do time que deu ao Internacional os seus dois maiores títulos: a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes FIFA. Ele foi decisivo, marcando um gol e dando passe para o outro na grande final da Libertadores com o São Paulo, partida na qual foi eleito pela patrocinadora do torneio melhor jogador em campo.


Na conquista da Copa Dubai de 2008 foi fundamental para o Internacional, fazendo um gol de fora da área contra a Inter de Milão.

Em 14/06/2008, foi anunciada a sua transferência para o Al-Gharafa. Fernandão saiu do Internacional como um dos maiores ídolos da história do time. E prometeu voltar ao clube futuramente, seja como dirigente, seja como jogador ou seja como torcedor, sendo considerado por muitos como o maior ídolo da história colorada.

No dia 30/07/2009, rescindiu seu contrato com o Al-Gharafa e, após muita especulação por parte de vários clubes, como São Paulo, Internacional e Santos, acertou com o clube que o revelou, o Goiás.

No dia 06/05/2010, o São Paulo anunciou a contratação de Fernandão até o fim de 2011. Em sua estreia, desequilibrou o duelo válido pelas quartas de final da Copa Libertadores, contra o Cruzeiro no Mineirão, originando as jogadas dos dois gols, o último inclusive com um passe de calcanhar.

No dia 23/05/2010, em jogo valido pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro, Fernandão marcou seu primeiro gol com a camisa do São Paulo, ironicamente foi contra o Internacional, clube onde tornou-se ídolo, e na casa do Internacional, o Beira-Rio. A partida terminou com a vitória do São Paulo por 2 x 0.

No dia 09/05/2011, São Paulo e Fernandão acertaram a rescisão amigável do contrato. Com a camisa do São Paulo fez oito gols, todos pelo Campeonato Brasileiro de 2010, em 39 partidas.

Dirigente

Depois de anunciar sua aposentadoria do futebol no dia 19/07/2011, foi anunciado como diretor executivo do Internacional.


Técnico

Em 20/07/2012, foi confirmado como novo técnico do Internacional, substituindo Dorival Júnior. Seu auxiliar foi o ex-goleiro André e essa foi a primeira experiência de Fernandão como treinador.

Fez sua estréia em 22/07/2012, na goleada de 4 x 1 sobre o Atlético, GO, no estádio Beira-Rio, com gols de Elton, Dagoberto, Jajá e Fred, que foi uma aposta de Fernandão para iniciar o jogo e acabou sendo o grande destaque da partida. No jogo seguinte, venceu o Figueirense, no Orlando Scarpelli, por 1 x 0, gol de Dagoberto. Na 3ª partida, empatou em casa com o até então vice-líder do campeonato Vasco, por 0 x 0.

Em 20/11/2012, Fernandão, após obter apenas 44,9% de aproveitamento como treinador do Colorado, foi demitido pela diretoria. Antes de sair, porém, o ex-capitão trocou farpas com o zagueiro Bolívar, que se recusou a ficar no banco de reservas na partida contra o Corinthians.

 

Morte

Fernando Lúcio da Costa morreu em 07/06/2014 aos 36 anos na queda de um helicóptero. O acidente ocorreu por volta de 1:30 hs, na cidade de Aruanã, no interior de Goiás, e o helicóptero era um Helibrás HB-350BA Esquilo, prefixo PT-YJJ.

No acidente, também morreram outros quatro passageiros: Lindomar Mendes Vieira, Antônio de Pádua Ferreira, Edmilson de Sousa Lemes e Milton Ananias.

Segundo a Polícia Civil, a aeronave levantou voo da fazenda que pertencia a Fernandão por volta de 01:00 hs e caiu segundos depois sobre um banco de areia, uma pequena praia de água doce, às margens do Rio Araguaia e capotou diversas vezes. O local do acidente fica a 15 km do centro de Aruanã, GO. O ex-jogador chegou a ser levado para o hospital da cidade, mas faleceu pouco depois.

"O corpo dele é o único que está no hospital. Os demais morreram no local do acidente. Nessa época é muito comum acampamento às margens do Rio Araguaia, mas trata-se de uma região cujo acesso é mais comum por helicóptero ou barco. Ele chegou ao hospital socorrido por barco."
(Delegado Norton Ferreira, chefe de comunicação da Polícia Civil de Goiás)

Um dos responsáveis pelo resgate, o sargento Cristiano contou o estado em que encontrou o ex-jogador.

"Ele estava inconsciente, com muita secreção nas vias aéreas por causa das hemorragias internas, múltiplos ferimentos nos membros inferiores e um ferimento na cabeça. Respirava com muita dificuldade e já no trajeto ao hospital estava em estado crítico. Infelizmente, quando chegou ao hospital veio a óbito"

Fonte: Wikipédia e Globo Esporte

2 comentários:

  1. Grande homem tanto como atleta quanto como ser humano, fiquei muito triste quando soube do acidente que o tirou a vida, logo ás vésperas da copa do mundo onde seria comentarista, saudades.

    ResponderExcluir
  2. Um grande jogador que se foi tão jovem

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!