Antônia Marzullo

ANTÔNIA DE OLIVEIRA SOARES MARZULLO
(75 anos)
Atriz

☼ Rio de Janeiro, RJ (13/06/1894)
┼ Rio de Janeiro, RJ (25/08/1969)

Antônia de Oliveira Soares Marzullo foi um atriz brasileira, nascida na cidade do Rio de Janeiro, em 13/06/1894. Mãe de Dinah Marzullo, do poeta Maurício Marzullo e da atriz Dinorah Marzullo. E ainda avó das atrizes Marília Pêra e Sandra Pêra.

Ninguém diria que aquela mocinha franzina que estreou um dia num circo (ensaiou 15 dias para só atuar uma noite) fosse continuar a vida toda no teatro e que se tornaria mãe e avó das atrizes Dinorah Marzullo e Marília Pêra.

Antônia Marluzzo já fez todos os gêneros, tendo trabalhado ao lado de Apolônia Pinto, Conchita de MoraisAlda Garrido, Dulcina de Moraes, Bibi Ferreira e várias ouras atrizes.

Participou do primeiro falado no Brasil em 1934, "Favela dos Meus Amores" num papel de destaque.

Carmen Santos e Antônia Marzullo
Antônia Marzullo trabalhou em teatro, cinema e rádio. Atuou na Rádio Nacional e Rádio Tupi, do Rio de Janeiro. Estreou no teatro em 1920, na Companhia João de Deus, onde era corista, e atuava na peça "O Frade da Brahma".

Em 1922, estreou em Lisboa, no Teatro Apollo. Voltou ao Rio de Janeiro e foi para o Teatro Recreio. Depois foi para o Teatro São Pedro e fez a peça "Os Hunguenotes". Era uma atriz importante e por isso viajou por todo o Brasil.

Em 1935, a convite do diretor Renato Viana, atuou no Teatro Cassino.

Em 1936, foi trabalhar para a Companhia de Alda Garrido.

A última peça que a atriz fez, foi "A Moreninha", no Teatro João Caetano. Nesta peça trabalharam também a filha Dinorah Marzullo e a neta Marília Pêra, que fazia o papel principal.

Seu sobrenome artístico originou-se de seu primeiro casamento, com o imigrante italiano Emílio Marzullo, pai de seus filhos.

Filmografia

  • 1934 - Favela dos Meus Amores
  • 1937 - João Ninguém
  • 1945 - Loucos Por Música .... Dona da Pensão
  • 1946 - O Ébrio .... Lindoca
  • 1948 - Inconfidência Mineira
  • 1949 - Pinguinho de Gente
  • 1950 - Um Beijo Roubado .... Discretina
  • 1953 - Balança Mas Não Cai
  • 1955 - Mãos Sangrentas
  • 1956 - O Diamante
  • 1963 - Bonitinha Mas Ordinária .... (Apresentando)
  • 1965 - Samba .... Avó de Belém
  • 1967 - O Menino e o Vento
  • 1968 - Massacre no Supermercado
  • 1968 - O Homem Que Comprou o Mundo
  • 1968 - As Aventuras de Chico Valente
  • 1968 - Como Vai, Vai Bem?


Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!