Hélio Garcia

HÉLIO DE CARVALHO GARCIA
(85 anos)
Advogado, Pecuarista, Produtor Rural e Político

☼ Santo Antônio do Amparo, MG (16/03/1931)
┼ Belo Horizonte, MG (06/06/2016)

Hélio de Carvalho Garcia foi um advogado e político brasileiro, governador de Minas Gerais por duas vezes. Filho de Júlio Garcia e Carmelita Carvalho Garcia.

Advogado formado em 1957 pela Universidade Federal de Minas Gerais, era também pecuarista e produtor rural, condições que o levaram à secretária-geral da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais.

Eleito deputado estadual pela União Democrática Nacional (UDN) em 1962, liderou o governo Magalhães Pinto na Assembleia Legislativa e posteriormente foi secretário de Justiça, acompanhando o governador no ingresso à Aliança Renovadora Nacional (ARENA) sendo eleito deputado federal em 1966.

Após encerrar sua estadia em Brasília, afastou-se da vida política até que o governador Aureliano Chaves o nomeou presidente da Caixa Econômica de Minas Gerais.


Eleito deputado federal em 1978, acompanhou Tancredo NevesMagalhães Pinto rumo ao Partido Popular (PP), entretanto a legenda teve vida efêmera sendo incorporada ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em dezembro de 1981.

Eleito vice-governador de Minas Gerais em 1982, foi escolhido prefeito de Belo Horizonte em abril de 1983 pelo governador Tancredo Neves, a quem sucedeu em 1984 quando o titular renunciou para disputar a presidência da República.

Avalista político das vitórias de Sérgio Ferrara como prefeito de Belo Horizonte em 1985 e de Newton Cardoso como governador de Minas Gerais em 1986, saiu do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e permaneceu fora da política até voltar ao Palácio da Liberdade pelo miúdo Partido das Reformas Sociais (PRS) em 1990.

No curso do mandato ingressou no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e encerrou a carreira política. Sequer realizou a intenção de candidatar-se a senador em 1998.

Morte

Hélio de Carvalho Garcia morreu na manhã de segunda-feira, 06/06/2016, aos 85 anos, em Belo Horizonte, MG. Segundo o Hospital Unimed, ele deu entrada no dia 28/05/2016 com quadro de pneumonia grave e faleceu em decorrência de insuficiência respiratória. O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, decretou luto oficial de três dias no Estado.

O velório de Hélio Garcia aconteceu no Cemitério e Crematório Parque da Colina, a partir das 14h00. O corpo de Hélio Garcia foi cremado no fim da tarde desta segunda-feira, 06/06/2016, em Belo Horizonte. O caixão foi coberto com as bandeiras do Estado e do Brasil e depois carregado por cadetes da Polícia Militar até o salão do velório.

Um familiar disse que Hélio Garcia não queria homenagens. Disse também que, desde 2006, por motivo de doença, o político estava interditado pela família e privado da administração dos bens. Hélio Garcia deixou três filhas.

Fonte: Wikipédia e G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!