Tomás Coelho

TOMÁS JOSÉ COELHO DE ALMEIDA
(56 anos)
Proprietário Rural, Magistrado e Político

☼ Campos dos Goytacazes, RJ (27/12/1838)
┼ Rio de Janeiro, RJ (20/09/1895)

Tomás José Coelho de Almeida foi um proprietário rural, magistrado e político, nascido em Campos dos Goytacazes, RJ, no dia 27/12/1838.

Tomás Coelho era sogro do acadêmico Alberto de Faria, autor da biografia do Visconde de Mauá, e avô do escritor e acadêmico Otávio de Faria. Alberto de Faria, genro de Tomás Coelho, foi sogro dos escritores Afrânio Peixoto e Alceu Amoroso Lima.

Tomás Coelho formou-se em Direito, em São Paulo, advogando depois na terra natal.

Tomás Coelho é considerado também criador do Colégio Militar do Rio de Janeiro. O Colégio Militar foi criado pelo Decreto nº 10.202, de 09/03/1889, tendo sido inaugurado em 06/05/1889.

Seu primeiro diretor foi o coronel Antônio Vicente Ribeiro Guimarães que com a respectiva congregação traçou o plano de organização , que em pouco tempo deu renome ao colégio.


Foi a seus pés, enquanto ministro da Guerra do Império do Brasil, quando em visita à Escola Militar da Praia Vermelha, que o então jovem cadete Euclides da Cunha, contagiado pelo ideal republicano, atirou o espadim, que não conseguira quebrar, episódio que culminou com a expulsão do cadete daquela instituição em dezembro de 1888.

Tomás Coelho foi vereador, deputado provincial, deputado geral, ministro da Marinha, ministro da Guerra, senador, de 1887 a 1889, e conselheiro do Império do Brasil.

Membro do Partido Conservador, o conselheiro Tomás Coelho manteve influência politica na cidade de Campos dos Goytacazes através do Barão de Miracema.

Tomás Coelho faleceu em 20/09/1895 aos 56 anos, no Rio de Janeiro, RJ, onde exercia a presidência do Banco do Brasil.

Fonte: Wikipédia
Indicação: Miguel Sampaio

2 comentários:

  1. O idealizador do primeiro Colegio Militar do Brasil no Rio de Janeiro sua obra esta la ate os dias hoje para o desespero dos esquerdopatas. Obrigado pelo resgate a memoria deste grande brasileiro que os malditos tem odio de admitir.

    ResponderExcluir
  2. No Rio de Janeiro bairro em sua homenagem com estação ferroviaria como tambem do Metro.

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!