Severino Januário

SEVERINO JANUÁRIO DOS SANTOS
(69 anos)
Compositor e Sanfoneiro

☼ Exu, PE (04/10/1918)
┼ Crato, CE (02/07/1988)

Severino Januário dos Santos, mais conhecido por Severino Januário, foi um compositor e sanfoneiro nascido em Exu, PE, no dia 04/10/1918.

Em 1955, gravou seu primeiro disco, pela Sinter, interpretando o baião "Cachorro do Má" (Severino JanuárioLuiz Gonzaga) e a rancheira "Alembrando" (Severino Januário e Luiz Gonzaga). No mesmo ano gravou o xote "Cabra Macho" (Severino JanuárioLuiz Gonzaga) e o baião "Canastrinha" (Severino Januário e Luiz Gonzaga).

Em 1956, lançou pela RCA Victor o chamego "Chamego de Sinhá" (Severino Januário) e o choro "Arrasta-pé no Cariri" (Severino Januário).

Em 1957, gravou o baião "Casaca de Couro" (Severino Januário) e a polca "Polca Fogueteira" (Luiz Gonzaga). Ainda em 1957, gravou o miudinho "Serra Talhada" (Severino Januário e Luiz Gonzaga) e o calango "Carapina" (Severino Januário e Luiz Gonzaga).

Em 1958, gravou o xote "Porto Novo", o forró "Salgueirinho", a mazurca "Petrolina" e o forró "Forró em Tacaratu".

Em 1959, gravou as polcas "Cajazeiras" (Severino Januário) e "Caiçaras" (Severino Januário), e o choro "Calundu" (Severino Januário). Gravou no mesmo ano o choro do sertão "Mineirinho" (Miguel Lima).


Em 1960, gravou de sua autoria o xaxado "Moxotó" (Severino Januário), as rancheira "Rancheira da Vovó" (Miguel Lima e Aguiar Filho) e "Marambaia" (Miguel Lima e Claudino Lima).

Em 1961, gravou o baião "Promessa" (Miguel Lima e Ferreira Filho), o choro "Andorinha" (Severino Januário e Marina Nunes) e o baião "Januário em Caxias" (Severino Januário e Diógenes Lima).

Em 1962, gravou o baião "Sabiá do Sertão" (Severino Januário e Miguel Lima).

Em 1963, gravou o baião "Pagando Promessa" (Severino Januário e Miguel Lima).

Ao longo de sua carreira, Severino Januário gravou mais de dez LPs, entre os quais "Briga no Forró" pela Premier, "Choveu no Meu Roçado" pela Beverly, "Forró de São João" pela Tapecar e "Xaxadinho das Alagoas" pela Candem.

No início dos anos 70, gravou "Fogueira de São João" (Luiz Gonzaga) e "Asa Branca" (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira).

Em 1976, gravou pela Som Livre o LP "Forró Envenenado" (Severino Januário), com destaque para as composições "Casca de Coco" (Severino Januário), "Forró em Paulo Afonso" (Severino Januário), "Chamego de Cearense" (Severino Januário) e "Voltei Para o Sertão" (Severino Januário).

Morte

Severino Januário faleceu no sábado, 02/07/1988, aos 69 anos, em Crato, CE, vítima de um ataque cardíaco, no palco, durante uma apresentação.

#FamososQuePartiram #SeverinoJanuario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!