Wilson Miranda

WILSON ANTÔNIO CHAVES DE MIRANDA
(46 anos)
Cantor

* Itápolis, SP (27/03/1940)
+ São Paulo, SP (20/06/1986)

Começou sua carreira no final dos anos 50, como crooner de um conjunto de Jazz.

Em 1960 assinou contrato com a Rádio Tupi e passou a cantar rock-balada. Apesar de não ter sido bem recebido pela crítica, Wilson conseguiu sucesso comercial com músicas como "Alguém É Sempre Bobo de Alguém" e "Bata Baby" (versão de Long Tall Sally de Little Richard).

Em 1965 gravou "Tempo Novo", disco que lhe rendeu muitos prêmios. Mesmo assim, nos anos seguintes deixou a carreira de cantor em segundo plano, atuando como produtor em discos de Nelson Gonçalves, Bendegó, Banda de Pífanos de Caruaru, Originais do Samba, Célia, Vanusa, Marília Medalha, entre outros.

Em 1978 voltou a gravar, dessa vez com um repertório mais voltado para a Música Popular Brasileira, afastando-se definitivamente da imagem de roqueiro do início de sua carreira.

Wilson faleceu em 20 de junho de 1986, vítima de uma Parada Cardíaca, quando dirigia seu carro, e estava parado em um sinal de trânsito em São Paulo.

Fonte: Wikipédia

3 comentários:

  1. Grande Cantor de Rock e Baladas ate Sambas de uma Linda Voz - Teve Sua Participação na Eterna Jovem Guarda -Com um Classico
    do rei Roberto Carlos - Estou Começando a Chora. E Tambem a Composição A Lição do Sergio Reis. Ja nos Anos 70 Gravou tambem um album so com musicas do rei Roberto Carlos. se tornou um grande produtor artistico.

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!