Dom Eugênio Sales

EUGÊNIO DE ARAÚJO CARDEAL SALES
(91 anos)
Cardeal e Arcebispo-Emérito

* Fazenda Catuana - Acari, RN (08/11/1920)
+ Rio de Janeiro, RJ (09/07/2012)

Dom Eugênio era filho de Celso Dantas Sales e Josefa de Araújo Sales (Téca) e irmão de Dom Heitor de Araújo Salesarcebispo-emérito de Natal, RN. Foi batizado na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia, em Acari, no dia 28 de novembro de 1920. De família muito católica, era bisneto de Cândida Mercês da Conceição, uma das fundadoras do Apostolado da Oração na cidade de Acari.

Realizou seus primeiros estudos em Natal, inicialmente em uma escolar particular, depois no Colégio Marista e finalmente ingressou, em 1931, no Seminário Menor. Realizou seus estudos de Filosofia e Teologia no Seminário da Prainha, em Fortaleza, Ceará, no período de 1931 a 1943.

Foi ordenado sacerdote pelas mãos de Dom Marcolino Esmeraldo de Sousa Dantas, bispo de Natal, no dia 21 de novembro de 1943, na mesma igreja onde recebera o batismo.

Episcopado

No dia 1 de junho de 1954, aos 33 anos, foi nomeado Bispo Auxiliar de Natal pelo Papa Pio XII, recebendo a sé titular de Thibica.

Foi ordenado Bispo no dia 15 de agosto de 1954, pelas mãos de Dom José de Medeiros Delgado, Dom Eliseu Simões Mendes e de Dom José Adelino Dantas.

Em 1962 foi designado administrador apostólico da Arquidiocese de Natal, função que exerceu até 1965, quando da nomeação de Dom Nivaldo Monte.

Em 1964 foi nomeado administrador apostólico da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, função na qual permaneceu até 29 de outubro de 1968, quando da sua nomeação a Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, pelo Papa Paulo VI.

Cardinalato

No Consistório do dia 28 de abril de 1969, presidido pelo Papa Paulo VI, Dom Eugênio de Araújo Sales foi nomeado Cardeal, do título de São Gregório VII, do qual tomou posse solenemente no dia 30 de abril do mesmo ano. Neste consistório foi também nomeado cardeal o brasileiro Dom Vicente Scherer.

No dia 13 de março de 1971, o Papa Paulo VI o nomeou Arcebispo do Rio de Janeiro, função que exerceu até 25 de julho de 2001, quando da sua renúncia, e que foi aceita pelo Papa João Paulo II.

Atividade e Contribuições

Quando era arcebispo de Salvador, foi um dos criadores das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base) e da Campanha da Fraternidade. Enquanto esteve à frente do Arcebispado do Rio de Janeiro, ordenou 169 sacerdotes, um número recorde, frente às outras Arquidioceses e dioceses brasileiras.

Foi um dos primeiros bispos brasileiros a implantar o Diaconato Permanente, ministério clerical que pode ser concedido a homens casados, segundo a restauração do Concílio Vaticano II. Foi membro de onze congregações no Vaticano.

Sua vida apostólica foi marcada pela defesa da ortodoxia católica. Combateu com firmeza a esquerda católica, a Teologia da Libertação e o engajamento político das Comunidades Eclesiais de Base. Por outro lado, assumiu a defesa de refugiados políticos dos regimes militares latino-americanos entre 1976 e 1982. Montou uma rede de apoio a estes refugiados juntamente com a Cáritas Brasileira e o Alto Comissariado das Nações Unidas Para os Refugiados, que consistia em abrigá-los, inicialmente na Sede Episcopal (Palácio São Joaquim) e posteriormente em apartamentos alugados para tal finalidade. Além disto, financiou a estadia destes refugiados até conseguir-lhes asilo político em países europeus. Foram asiladas mais de quatro mil pessoas. Usou sua autoridade para este fim, inclusive enfrentando os militares por diversas vezes.

Ao assumir tal tarefa, telefonou para o general Sylvio Couto Coelho da Frota e disse-lhe: "Frota, se você receber comunicação de que comunistas estão abrigados no Palácio São Joaquim, de que eu estou protegendo comunistas, saiba que é verdade, eu sou o responsável."

Também atuou junto aos militares na libertação de diversos acusados de subversão. Recusou-se a celebrar missa pelo aniversário do Ato Institucional Número Cinco, pedida pelo general Abdon Sena, de Salvador.
Foi um dos brasileiros que mais ocupou cargos no Vaticano: foram 11 cargos nas congregações, conselhos e comissões.

Sua ação social abrangeu a criação de centros de atendimento a portadores de AIDS, a Pastoral Carcerária, um núcleo de formação de líderes na residência do Sumaré.

Sua renúncia foi solicitada em 1997, quando já completara 75 anos. Mas por indulto especial do Papa João Paulo II, seu amigo pessoal, foi autorizado a permanecer à frente da arquidiocese até completar 80 anos. Sua aposentadoria foi finalmente aceita no dia 25 de julho de 2001, quando Dom Eusébio Oscar Scheid, então Arcebispo de Florianópolis, foi nomeado o seu sucessor. Dom Eugênio permaneceu de 25 de julho até 22 de setembro de 2001 como administrador apostólico do Rio de Janeiro, nomeado por Papa João Paulo II.

Em 22 de setembro, na presença de grande número de bispos e sacerdotes, entregou o governo da arquidiocese, através da passagem do báculo (cajado simbólico do pastoreio do povo de Deus, utilizado pelos bispos) a Dom Eusébio, até então não revestido da dignidade cardinalícia, que só viria a obter em 2003. Ainda permaneceu residindo no Rio de Janeiro, no Palácio Apostólico do Sumaré, e permaneceu em funções no Vaticano.

Possuiu os títulos de Cardeal Protopresbítero (o mais antigo em idade e/ou nomeação entre os Cardeais Presbíteros) e Arcebispo Emérito (aposentado) da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Sucessão

Na Arquidiocese de São Salvador da Bahia, Dom Eugênio de Araújo Sales foi o 23º Arcebispo, sucedendo a Dom Augusto Álvaro da Silva e teve como sucessor Dom Avelar Brandão Vilela.

Na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Eugênio foi o 5º arcebispo, tendo sucedido a Dom Jaime de Barros Câmara e como sucessor Dom Eusébio Oscar Scheid.


Morte

Dom Eugênio Sales morreu na noite de segunda-feira, por volta das 22:30 hs., do dia 9 de julho de 2012, em casa, após sofrer um Infarto Agudo do Miocárdio. O religioso tinha 91 anos e foi considerado o principal porta-voz do Papa João Paulo II no Brasil.

Ordenações Episcopais

Foi o Principal Sagrante dos Bispos:

  • Dom Nivaldo Monte
  • Dom Valfredo Bernardo Tepe
  • Dom Miguel Fenelon Câmara Filho
  • Dom Silvério Jarbas Paulo de Albuquerque
  • Dom Alair Vilar Fernandes de Melo
  • Dom Eduardo Koaik
  • Dom Karl Josef Romer
  • Dom Carlos Alberto Etchandy Gimeno Navarro
  • Dom Celso José Pinto da Silva
  • Dom Heitor de Araújo Sales
  • Dom Romeu Brigenti
  • Dom Affonso Felippe Gregory
  • Dom João d’Avila Moreira Lima
  • Dom José Palmeira Lessa
  • Dom José Carlos de Lima Vaz
  • Dom Narbal da Costa Stencel
  • Dom João Maria Messi
  • Dom Elias James Manning
  • Dom Rafael Llano Cifuentes
  • Dom Augusto José Zini Filho
  • Dom Filippo Santoro
  • Dom José Ubiratan Lopes

Foi Co-Celebrante da Sagração Episcopal de:

  • Dom Manuel Tavares de Araújo
  • Dom Epaminondas José de Araújo
  • Dom Giovanni Battista Morandini
  • Dom Edson de Castro Homem
  • Dom Antônio Augusto Dias Duarte
  • Dom Edney Gouvêa Mattoso

Ordenações Prebiterais:

Pelos registros oficiais, Dom Eugênio ordenou 216 sacerdotes.

Citação

"O egoísmo dominante nos indivíduos e países impede uma justa distribuição dos recursos naturais. Cada um pensa em si e em sua nação, sem atender ao bem comum. Aqui se coloca o empobrecimento do Terceiro Mundo, em benefício dos mais ricos. E, no Brasil, a concentração de riquezas é crescente. Busca-se, em vez de justiça social, a diminuição dos que deveriam igualmente participar desses dons que Deus criou para todos os seus filhos".
(Dom Eugênio Sales - Jornal do Brasil, 13/08/1994)

Colunas Permanentes nos Jornais:

  • Jornal do Brasil
  • O Globo
  • O Dia
  • Jornal do Commercio

Livros:
  • A Voz do Pastor
  • Viver a Fé em um Mundo a Construir

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!