Blecaute

OTÁVIO HENRIQUE DE OLIVEIRA
(63 anos)
Cantor e Compositor

*  Espírito Santo do Pinhal, SP (05/12/1919)
+  Rio de Janeiro, RJ (09/02/1983)

O mais carioca dos paulistas, como ele mesmo se dizia, durante quase 40 anos, ajudou a animar, com seu sorriso muito branco, a voz e a ginga de corpo, a maior festa popular brasileira. Era a figura ilustre que abria o Carnaval carioca, sábado de manhã, na Cinelândia: "Eu não gosto de carnaval. Eu sou o Carnaval".

Era também conhecido pela alcunha de "General da Banda", devido a seu maior sucesso.

Em 1925, aos seis anos, órfão de pai e mãe, foi para São Paulo. Teve uma infância difícil em São Paulo. Foi engraxate, entregador de jornais, biscateiro.

Em 1933, participou do programa de calouros "A Peneira de Ouro", na Rádio Tupi. Em 1941, já cantava na Rádio Difusora, adotando o nome artístico, sugerido por Capitão Furtado, de Black-Out, aportuguesado para Blecaute, devido a sua etnia negra.

Em 1942, contratado pela Rádio Tamoio, foi para o Rio de Janeiro. Lá apresentou-se também na Rádio Mauá e na Rádio Nacional.

Em 1944 participou, como cantor, do filme "Tristezas Não Pagam Dívidas" e gravou o primeiro disco, "Eu Agora Sou Casado".

O Carnaval de 1949 trouxe os grandes sucessos "O Pedreiro Valdemar" (Wilson Batista e Roberto Martins) e "General da Banda" (Tancredo Silva, Sátiro de Melo e José Alcides), que lhe valeria a alcunha que carregaria para o resto da vida.

Em 1954, faria participações nos filmes "Malandros em Quarta Dimensão", de Luiz de Barros, e "O Rei do Movimento", de Victor Lima e Hélio Barroso.

Morte

Blecaute morreu aos 63 anos de idade às 12:45 hs do dia 09/02/1983, após uma prolongada doença. Ele estava internado no Hospital Cardoso Fontes em Jacarepaguá, Rio de Janeiro. Foi enterrado mo Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro.

Blecaute estava afastado do mundo artístico por conta de sua saúde se encontrar debilitada. Ele sofria de Hipertensão Arterial e, segundo os médicos do Hospital Cardoso Fontes, onde estava internado, originou outros males. No atestado de óbito constam como causas da morte, além da  Hipertensão Arterial, Choque Cardiogênito, Cardiopatia Hipertensiva, Insuficiência Renal Crônica e Hemorragia Subaracnóide.

Blecaute viveu os últimos anos em sérias dificuldades financeiras, com saúde extremamente debilitada. "Tudo isso é assim mesmo", dizia conformado. Um anos antes de morrer, artistas realizaram um show beneficente. Sabia que não realizaria mais o antigo sonho que nutriu a vida inteira: um LP reunindo todos os seus sucessos de carnaval.

Discografia

  • 1944 - Minha Tereza / Eu Agora Sou Casado
  • 1947 - Opa.. Opa… / Dona Maria
  • 1948 - O Biriba Esteve Aqui / Carioca Bonita
  • 1948 - Chegou a Bonitona / Zing-zing-bum
  • 1948 - Vote! Que Mulher Bonita! / Que Samba Bom
  • 1948 - Pedreiro Waldemar / Desce, Favela
  • 1949 - Moreninha, Moreninha / Meu Guarda-Chuva
  • 1949 - Oito Mulheres / Baiana Tereza
  • 1949 - Rei Zulu / O Presidente Chegou
  • 1949 - General da Banda / Marcha do "O"
  • 1949 - Leilão de Ali Babá / Salve Mangueira
  • 1950 - Ave-Maria / Rosinha, Vem Cá
  • 1950 - Joãozinho Boa-Pinta / Meu Doce de Côco
  • 1951 - Ai Cachaça / Papai Adão
  • 1951 - Borocochô / Onda Vai, Onda Vem
  • 1951 - Dia dos Namorados / O Delegado Quer Prender o Antônio
  • 1951 - Mambo no Samba / Fã Número 1
  • 1951 - Sujeito Sem Jeito / Televisão
  • 1951 - Borboleta Dourada / Que Coisa Boa!
  • 1951 - Maria Candelária / Não Dou Cartaz
  • 1952 - Santo Antônio Não Gosta
  • 1952 - Pedido à São João / Calvário do Amor
  • 1953 - Dona Cegonha / Rico Vai na Chuva
  • 1953 - A Banca do Guarda / Não Agüento Essa Mulher
  • 1953 - Santo Antonio Sabe / Tim Tim o Lá Lá
  • 1953 - A Dor Que Mais Dói / Primeiro Eu
  • 1953 - Escravo da Obrigação / Papagaio Falador
  • 1953 - Ai Meu Senhor / Piada de Salão
  • 1954 - Marina Sapeca / Primeira Valsa
  • 1954 - Caridade / Cabrocha
  • 1954 - Batuque dos Meninos / Samambaia Pegou Fogo
  • 1955 - Lágrimas / Maria Escandalosa
  • 1955 - Napoleão Boa Boca / Velha Guarda
  • 1955 - Quem Será? / Agarradinho
  • 1955 - Torcedor do Mengo
  • 1955 - Minha Senhora / Ingrata Rosinha
  • 1955 - Linguagem do Povo / Use a Cabeça
  • 1955 - Natal das Crianças / Noiva Querida
  • 1956 - Ressurreição / Marcha das Fãs
  • 1956 - Mulher é Aquela / Maria Champanhota
  • 1956 - Vou-me Embora Sá Dona / A Vez do Bobo
  • 1956 - Baião de Minas Gerais / A Mulher do Palhaço
  • 1956 - Mambo Bacana / Carla
  • 1957 - Aquele Amor / Lavadeira
  • 1957 - Inventor da Mulata / Meu Coração Soluçou
  • 1957 - Ambição / Lá Vem Ela
  • 1957 - Mambo Carioca / Triste Recordação
  • 1957 - Canção da Mamãe
  • 1957 - Se Papai Fosse Eleito / História de Sempre
  • 1957 - Decisão Amarga / Rei dos Reis
  • 1958 - Tô de Prontidão / Serenou, Serenou
  • 1958 - Chora, Doutor / Volta Redonda
  • 1958 - Está Chegando o General / Rebola Feola
  • 1959 - Um Romance em Brasília / Samba do Play-Boy
  • 1959 - Natal de Jesus / Feliz Ano Novo
  • 1959 - É Pra Todo Muno Cantar
  • 1960 - Banho Diferente / A Sogra Vem Aí
  • 1960 - Sem Mulata é Fogo / Balançou, Balançou
  • 1960 - Rosa Errante / Quero Morrer no Rio
  • 1961 - Samba da Cor
  • 1961 - Acabou a Sopa / Direitos Iguais
  • 1961 - Mulher Toda Hora / A Casa Oficial
  • 1961 - Maria Brasília
  • 1962 - Na Boca do Povo
  • 1968 - Carnavália - Museu da Imagem e do som LP
  • 1993 - Carnaval - Sua História e Sua Glória, Vol. 9
  • 1994 - Carnaval - Sua História e Sua Glória, Vol. 11

Fonte: Wikipédia

2 comentários:

  1. ENQUANTO PROFISSIONAL NO HFCF TRATEI DO SR OTÁVIO PESSOA DÓCIL E GENTIL,SEMPRE O CUMPRIMENTAVA CANTAROLANDO UM TRECHO DE IMPÉRIO DO SAMBA

    ResponderExcluir
  2. Os 98 anos do famoso general da banda o paulista que adotou o Rio e Musica popular Brasileira. Morreu na pobreza.

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!