Figueiredo

CLÁUDIO FIGUEIREDO DIZ
(23 anos)
Jogador de Futebol

* São Paulo, SP (23/12/1960)
+ Nova Friburgo, RJ (20/12/1984)

Cláudio Figueiredo Diz, mais conhecido como Figueiredo, foi um jogador de futebol brasileiro, zagueiro do Flamengo, no início dos anos 1980. Vivia com seus pais, Antônio e Suzana, e com os irmãos Antônio e Silvana.

Figueiredo começou a jogar futebol, como dente de leite, no Palmeiras. Aos quinze anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, para defender os infantis do Flamengo, que o lançou, em 1979, numa partida contra o Botafogo.

Em um time repleto de estrelas, como o Flamengo do início da década de 1980, Figueiredo não chegava a ser um dos destaques daquela equipe.

"Não é um jogador excepcional, e seu prestígio deve-se em parte ao sobrenome, que insinua um parentesco com o presidente João Figueiredo", escreveu o jornal Folha de S.Paulo no texto sobre o acidente avião que vitimaria o zagueiro em 1984.

Justamente por causa do sobrenome, ele tinha sido escolhido como "padrinho" da recém-criada torcida Fla-Diretas em janeiro de 1984. Assim, ele teria sido o primeiro jogador de futebol a dar apoio à campanha Diretas Já. O sobrenome também valeu-lhe o apelido de "Presidente" entre os jogadores.

Diversas contusões atrapalharam-no ao longo de sua carreira, inclusive em 1983, quando foi considerado pelo então técnico Cláudio Garcia como titular absoluto da quarta-zaga rubro-negra.

Apesar de sua curta carreira, Figueiredo teve a oportunidade de comemorar os Brasileiros de 1980, 1982 e 1983, além da Libertadores da América e do Mundial Interclubes em 1981. Sua última partida com a camisa rubro-negra aconteceu em 01/12/1984, quando o Flamengo foi derrotado pelo Fluminense pelo placar de 2 x 1. Na sua última partida Leandro, que então estava jogando como titular da quarta-zaga, foi deslocado para o meio-campo, e Figueiredo acabou recebendo do técnico Zagallo a camisa 10 do ausente Zico.

Morte

Figueiredo morreu em 20/12/1984, num desastre de avião no Pico da Caledônia, em Nova Friburgo. O monomotor Corisco de prefixo PT-NJS 193 desapareceu após decolar do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e só foi localizado um dia depois, a uma altitude de dois metros no Pico da Caledônia, embora os bombeiros só tenham conseguido alcançar o local após mais dois dias, devido às chuvas e à neblina na região. No acidente morreram também Nilton, irmão de Bebeto, uma modelo amiga dos dois jogadores e o piloto.

Figueiredo foi velado a Capela 7 do Cemitério São João Batista, Rio de Janeiro, onde o corpo do jogador foi sepultado.

Em pé: Leandro, Raul, Marinho, Figueiredo, Andrade e Júnior
Agachado: Tita, Adílio, Nunes, Zico e Lico
Títulos

Flamengo
  • Copa Europeia / Sul-Americana: 1981
  • Copa Libertadores da América: 1981
  • Campeonato Brasileiro: 1980, 1982 e 1983
  • Campeonato Carioca: 1981
  • Taça Guanabara: 1980, 1981, 1982 e 1984
  • Taça Rio: 1983

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!