Júlio Barroso

Júlio Barroso
(30 anos)
Jornalista, Cantor, Compositor, Guitarrista e DJ

☼ Rio de Janeiro, RJ (15/11/1953)
┼ São Paulo, SP (06/07/1984)

Júlio Barroso foi um jornalista, compositor, guitarrista, cantor e disk jockey (DJ) brasileiro nascido no Rio de Janeiro, RJ, no dia 15/11/1953.

Nascido no Rio de Janeiro e radicado em São Paulo, Júlio Barroso mudou-se para os Estados Unidos depois de uma tentativa fracassada de fazer sucesso com uma banda performática. Em New York, tomou contato com o movimento New Wave.

Júlio Barroso fundou o grupo Gang 90 & Absurdettes no início da década de 1980, do qual também participava sua irmã, Denise Barroso.

Após a participação no Festival MPB-Shell, promovido pela TV Globo em 1981, concorrendo com o hit "Perdidos Na Selva" (Júlio Barroso, Márcio Vaccari e Guilherme Arantes), posteriormente gravado pelo Barão Vermelho em 1996, Júlio Barroso e seu grupo gravaram o LP "Essa Tal de Gang 90 & Absurdettes".

Como compositor, Júlio Barroso foi parceiro de Guilherme Arantes, Wander Taffo, Alice Pink Pank, Lobão, Ritchie, dentre outros.

Em 1991, sua irmã Denise Barroso lançou o livro póstumo "A Vida Sexual Do Selvagem", em homenagem ao irmão.

Júlio Barroso é considerado junto à crítica musical especializada em rock um dos precursores do rock brasileiro surgido na década de 1980. Seu conjunto, ao lado da Blitz, teria tido um papel fundamental na consolidação do gênero nesse período.

Gang 90 & Absurdettes

Gang 90 & Absurdettes foi um grupo de rock brasileiro dos anos 1980, fundado pelo disc jockey e jornalista Júlio Barroso. Suas canções misturavam new wave com viagens beatnik, e ainda carregava batidas fortes e coro feminino, inspirado no grupo B-52s.

Sua primeira aparição foi na discoteca Paulicéia Desvairada em 1981. Participou do Festival MPB Shell do mesmo ano, com a música "Perdidos Na Selva", o que tornou o grupo famoso.

Para divulgar o grupo, o programa Fantástico de 02/08/1981 apresentou o clipe de "Perdidos Na Selva". Nesta época, a banda chamava-se simplesmente Gang 90. A música foi lançada originalmente em compacto pelo selo HOT, tendo a faixa "Lilik Lamê" no lado B, cantada por Alice Pink Pank, uma das cantoras-musas da banda, ao lado de May East e Lonita Renaux.

Um momento particularmente importante para a banda foi sua participação, também em 1981 do festival MPB Shell, promovido pela TV Globo. Naquela ocasião, e defendendo a canção "Perdidos Na Selva", conseguiram um grau de exposição e notoriedade até então incomum para bandas da cena pop brasileira, o que já prenunciava o vigor do movimento de rock nacional que surgiria a seguir ao longo da década de 80.


Em 1983, a banda lançou o LP "Essa Tal de Gang 90 & Absurdettes", que continha os sucessos anteriores da banda e que emplacou uma canção como tema de novela das 20h00 da TV Globo, "Louco Amor", de Gilberto Braga. No mesmo ano, participaram do especial da TV Globo "Plunct, Plact, Zuuum" com a música "Será Que o King Kong é Macaca?".

Após o falecimento de Júlio Barroso, em 06/07/1984, a tecladista Taciana Barros assumiu a liderança do grupo e tentou insistir em sua continuidade lançando um álbum "Rosas e Tigres" que tinha em seu repertório uma série de canções inéditas de Julio Barroso. O trabalho acabou tendo muito pouca repercussão comercial apesar de haver sido razoavelmente bem recebido pela crítica especializada.

Uma última tentativa, em 1987, foi o álbum "Pedra 90" já sem praticamente nenhum integrante original do grupo e que selou o fim da banda.

Além de Júlio Barroso, participaram desse projeto músicos como Alice Pink Pank, Lobão, May East, Lonita Renaux (Denise Barroso), Luíza Maria, Miguel Barella, Wanderley Taffo, Guilherme Arantes, Lee Marcucci, Sandra Coutinho, Gigante Brasil, Herman Torres, Otávio Fialho, Luiz Paulo Simas, Taciana Barros, Beto Firmino, Gilvan GomesPaulo Lepetit, Curtis e Claudia Niemeyer.

Morte

Enfrentando problemas com drogas e alcoolismo, Júlio Barroso faleceu tragicamente, aos 30 anos, ao cair da janela de seu apartamento, no 11º andar, em São Paulo, no dia 06/07/1984, em circunstâncias nunca completamente esclarecidas, encerrando prematuramente a sua carreira, no auge do sucesso. A hipótese mais aceita é de que a queda tenha sido acidental.

Fonte: Wikipédia

Um comentário:

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!