Eduardo Conde

EDUARDO CONDE
(56 anos)

Ator e Cantor

☼ Recife, PE (09/04/1946)
┼ Petrópolis, RJ (16/01/2003)

Eduardo Conde estreou na carreira artística como cantor em 1967, aos 19 anos, influenciado pela cantora Beth Carvalho, que lhe ensinou os primeiros acordes num violão. Seu primeiro disco, gravado em 1969, foi ''Minha Chegada''. Foi membro do Conjunto 3D e na década de 60 se apresentou em festivais de música popular brasileira.

Resolveu dedicar-se à carreira de modelo e, em seguida, de ator. Em 1974, no Festival Internacional de Teatro, participou de um espetáculo com 12 horas de duração.

Entre 1975 e 1978, atuou na peça ''Jesus Cristo Superstar'', na qual interpretava o personagem principal, Jesus Cristo.

Por muitos anos, apresentou a premiação do Festival de Cinema de Brasília.

Como ator, participou de produções nacionais e fez vários filmes com Os Trapalhões como, "Os Saltimbancos Trapalhões" (1981), "O Incrível Monstro Trapalhão" (1981), "Os Trapalhões na Serra Pelada" (1982), e internacionais, como "The Emerald Forest" (1985), de John Boorman, e "Blame It On Rio" (1984), de Stanley Donen, atuando ao lado de Michael Caine e Demi Moore.


Em 1995, Eduardo Conde retomou a carreira de cantor e lançou o disco ''Pra Falar de Amor''.

Na TV trabalhou nas novelas ''Sinal de Alerta'' (1978), sua primeira novela, "Plumas e Paetês" (1980), "O Beijo do Vampiro" (2002), e ''A Idade da Loba'' (1995), da TV Bandeirantes. Participou também da minissérie "O Quinto dos Infernos" (2002).

Seu último trabalho foi uma participação especial no primeiro capítulo da novela "O Beijo do Vampiro" (2002), da TV Globo, como o Rei Dagoberto.

Eduardo Conde teve um filho, Bernardo, de seu casamento com a atriz e modelo Betty Lago. Foi casado também com a modelo e atriz Mila Moreira.

No teatro teve um grande momento ao lado da atriz Irene Ravache na peça "Intimidades Indecentes" com a qual viajou o país por mais de um ano.

Eduardo Conde faleceu vítima de um câncer no pulmão decorrente do tabagismo, no Hospital Beneficência Portuguesa, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

Fonte: Wikipédia e Projeto VIP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!