Ivan Kojak

IVAN BAPTISTA DIAS
(75 anos)
Policial Civil

* Rio de Janeiro, RJ (04/12/1935)
+ Brasília, DF (29/12/2010)

Conhecido como Ivan Kojak ou Ivan Gaguinho, era carioca nascido em 1935. Kojak ingressou nos quadros da Polícia Civil do Distrito Federal em 1960, como agente de polícia, e teve papel importante na Instituição, sendo um dos fundadores do Sinpol e presidente da Associação Geral dos Policiais Civis (Agepol) entre 1983 e 1987.

Com muita história na Instituição, Ivan Kojak mostrou-se verdadeiro apaixonado pelo trabalho policial, foi perseguido, preso e anistiado em épocas de repressão, mas isso não abalou sua vontade de lutar.

Uma das grandes conquistas durante sua gestão na Agepol, quando ainda o policial não podia filiar-se ao sindicato, foi um reajuste de cerca de 315% entre vencimentos, gratificações e outros benefícios, concedido já no fim do governo do presidente do Brasil João Baptista de Oliveira Figueiredo. Fato contado na revista Tribuna Policial em abril do ano de 2006.

Mesmo aposentado, o falecimento de Ivan Kojak foi considerado perda irreparável na Polícia Civil do Distrito Federal. Segundo o diretor do Sinpol, André Rizzo que visitou o policial às vésperas do natal, Ivan Kojak sempre foi atuante e preocupado com as causas da Instituição: "É um referencial para nós, homem de muitos amigos, sem dúvidas fará muita falta, pois nos ensinou a lutar de cabeça erguida por nossos ideais", declarou André Rizzo.

O presidente do Sinpol Wellington Luiz e a presidente da Associação dos Policiais Civis Aposentados e Pensionistas (Apcap), Sandra Lobo externam seus sentimentos pela perda do policial que tanto contribuiu para a história da Polícia Civil do Distrito Federal. "Agradecemos a Deus por ter nos dado a oportunidade de conhecer esse grande homem que está partindo, mas que deixou um legado de muitos ensinamentos", lamentou Wellington Luiz.

A última aparição de Ivan Kojak no meio policial foi durante as comemorações do dia do policial civil em abril de 2010, quando o Sinpol homenageou todos os seus sindicalizados com um churrasco no clube da Agepol, momento em que o aposentado teve oportunidade de se expressar em público e falar do seu orgulho de ser policial.

Título de Cidadão Honorário de Brasília

A Câmara Legislativa do Distrito Federal no dia 07 de maio de 2003 concedeu ao senhor Ivan Baptista Dias (Ivan Kojak), o título de Cidadão Honorário de Brasília através do deputado Fábio Barcellos (PL), pela sua dedicação e zelo durante 37 anos à polícia e a sociedade do Distrito Federal onde destacou-se como excelente policial, desempenhando com brilhantismo as suas funções e sendo reconhecido por todos nesta instituição.

No dia 23/04/2008, a Câmara Legislativa do Distrito Federal homenageou 152 policiais civis com moção de louvor, durante sessão solene que comemorou o Dia do Policial Civil. O presidente da Casa, deputado Alírio Neto (PPS), autor do requerimento para a sessão em conjunto com Milton Barbosa (PSDB), saudou os policiais antigos na pessoa de Ivan Kojak, ex-presidente da Associação Geral dos Servidores da Polícia Civil do DF (Agepol). Ele foi o principal responsável, segundo Alírio Neto, pela conquista da progressão na carreira.

Morte

Ivan Kojak faleceu vítima de Câncer. O policial estava internado desde o dia 15/12/2010 Hospital de Apoio de Brasília e faleceu às 19:05hs de quarta-feira, 29/12/2010.

Fonte:  Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal

2 comentários:

  1. A viúva d. Lili , suas filhas Denise,Claudia e Ana Carolina seus genros Marcelo e Flávio, netos Leonardo,Isabella e Júlia agradecem o carinho desta página feita com tanto respeito e consideração! Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço a visita e as palavras de carinho. Espero Denise que sempre visite o blog e divulgue entre seus conhecidos.
      Transmita a todos da família do Sr. Ivan o meu abraço.

      Excluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!