Regina Dourado

REGINA MARIA DOURADO
(59 anos)
Atriz

* Irecê, BA (22/08/1953)
+ Salvador, BA (27/10/2012)

Nascida em Irecê, a 374 km de Salvador, em 22 de agosto de 1953, Regina Dourado começou cedo na carreira de atriz. Aos 15 anos, ela já estava atuava na Companhia Baiana de Comédia e praticava aulas de canto e dança. Na mesma época estudou canto e dança e, em sua trajetória artística, participou do Grupo de Dança Contemporânea da Universidade Federal de Bahia, do Coral Ars Livre e do Grupo Zambo.

Dez anos mais tarde, a artista conseguiu seu primeiro papel na televisão, na série "A Morte E A Morte de Quincas Berro D'Água", dirigida por Walter Avancini e exibida na TV Globo.

Atriz de teatro, cinema e Televisão, onde foi escalada para mais de 20 programas, Regina Dourado teve seu maior destaque na novela "Explode Coração" (1995), de Glória Perez. Na trama da TV Globo, ela interpretava Lucineide, que ficou famosa por criar o bordão "Stop, Salgadinho", usado quando falava com o marido, interpretado por Rogério Cardoso.


A estreia de Regina Dourado em novelas aconteceu em 1979 com "Pai Herói", de Janete Clair, onde interpretava Nancí. Em seguida, ela conseguiu diversos papeis em novelas como "Cavalo Amarelo" (1980), "Pão Pão, Beijo Beijo" (1983) e "Roque Santeiro" (1985), além da já citada "Explode Coração".

Além das novelas, Regina Dourado também se destacou em minisséries e seriados, como "Lampião E Maria Bonita" (1982), "O Pagador De Promessas" (1988), "O Sorriso Do Lagarto" (1991) e "Tereza Batista" (1992).

Na TV Globo, o último trabalho de Regina Dourado foi em "América", de Glória Perez, em 2005. Na sequência, a atriz foi para a TV Record, onde atuou nas novelas "Bicho Do Mato" (2006) e "Caminhos Do Coração" (2007).


O teatro tampouco foi esquecido por Regina Dourado, que trabalhou nas montagens de "Memórias De Um Sargento De Milícias", "Declaração De Amor Explícito", "Rei Brasil 500 Anos, Uma Ópera Popular" e "Tratado Geral Da Fofoca".

No cinema, a atriz estreou com uma pequena participação no filme "Amante Latino", em 1979, e logo depois cantou na trilha de "O Encalhe - Sete Dias De Agonia" (1982).

Seu primeiro grande papel no cinema veio em 1984, quando trabalhou no filme "Baiano Fantasma".

Em seguida, ela atuou em "Tigipió - Uma Questão De Amor E Honra (1986), "Corpo Em Delito" (1990), "Corisco & Dada" (1996) e "No Coração Dos Deuses" (1999). Seu último longa foi "Espelho d'Água - Uma Viagem No Rio São Francisco", em 2004.


A Descoberta da Doença

No final de 2003, após uma consulta regular ao médico, Regina Dourado anunciou publicamente que tinha um câncer de mama. Em entrevista à TV Bahia (Rede Globo), a atriz disse que, no início, ficou perdida.

"O momento da notícia é terrível, fica uma perplexidade. Eu achei que eu nem cheguei a ter consciência da gravidade naquele momento. Eu fiquei muito mais perplexa do que qualquer coisa, meio perdidona", afirmou.

Ainda na entrevista, a atriz disse que não se considerava vítima por ter contraído a doença:

"A recuperação é dolorosa, é difícil, não é mole não. Porém, passa. Não me sinto absolutamente vítima por ter tido câncer. Não me sinto infeliz no sentido de que sou uma coitada e que de uma certa forma as pessoas têm que dividir comigo essa infelicidade. Eu não me sinto desta maneira, mas também não digo que é fácil."

De acordo com familiares, a última atuação de Regina Dourado aconteceu em abril de 2012, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador, quando participou do espetáculo "Paixão de Cristo".


Morte

Em 2003 Regina Dourado foi diagnosticada com câncer na mama direita. Passou por cirurgias e sessões de quimioterapia e radioterapia. A doença deu uma trégua, voltando apenas em 2010, com o seio esquerdo comprometido pela doença. Novamente Regina Dourado passou pelo centro cirúrgico e reiniciou o tratamento. Mas, dessa vez, a talentosa baiana sofreu com as sequelas da quimioterapia. "Fiquei sem poder andar, tive muitas alucinações, esquecimento e visão dupla", revelou na época a atriz.

Regina Dourado foi internada no dia 20 de outubro de 2012, devido a complicações decorrentes do câncer no Hospital Português da Bahia em Salvador. De acordo com seu irmão, Oscar Dourado, Regina estava na fase terminal da doença e estava mantida sedada em um quarto da instituição. A metástase atingiu a medula óssea e seu estado era delicadíssimo e irreversível. Oscar, informou que Regina Dourado faleceu às 11:20 hs de sábado, 27/10/2012.

O velório da atriz será realizado no Cemitério Jardim da Saudade. Inicialmente, a cerimônia será só para amigos mais próximos e familiares. No final da noite, o velório será aberto ao público. O corpo da atriz será cremado no domingo, 28/10/2012, às 16:30 hs, no mesmo local.

Televisão

  • 2007 - Caminhos Do Coração ... Altina
  • 2006 - Bicho Do Mato ... Vanda
  • 2005 - América ... Graça
  • 2004 - Seus Olhos ... Mafalda
  • 2002 - Esperança ... Mariusa
  • 1999 - Andando Nas Nuvens ... Ieda
  • 1997 - Anjo Mau ... Alzira
  • 1996 - O Rei Do Gado ... Magu
  • 1995 - Explode Coração ... Lucineide
  • 1994 - Tropicaliente ... Serena
  • 1993 - Renascer ... Morena
  • 1992 - Tereza Batista ... Mãos de Fada
  • 1991 - O Sorriso Do Lagarto ... Neide
  • 1991 - Felicidade ... Rosália
  • 1988 - O Pagador De Promessas ... Branca
  • 1985 - Roque Santeiro ... Efigênia
  • 1983 - Pão Pão, Beijo Beijo ... Lalá Sereno
  • 1982 - Lampião E Maria Bonita ... Joana Bezerra
  • 1981 - Rosa Baiana ... Matilde
  • 1980 - Cavalo Amarelo ... Ivonete
  • 1979 - Pai Herói ... Nancí
  • 1978 - A Morte E A Morte De Quincas Berro D`Água

Cinema

  • 2004 - Espelho D'Água - Uma Viagem No Rio São Francisco
  • 1999 - No Coração Dos Deuses
  • 1996 - Corisco & Dadá
  • 1990 - Corpo Em Delito
  • 1986 - Tigipió - Uma Questão De Amor E Honra
  • 1984 - O Baiano Fantasma

Fonte: Wikipédia, Folha do Sertão, Itaberaba Notícias e Caras

3 comentários:

  1. Rápido, você. Gostei da homenagem. Gostava muito dela. Minha cunhada é prima dela, de Irecê.
    Parabéns, Marcos!

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!