Rosina Pagã

ROSINA COZOLLINO
(94 anos)
Cantora

* Itararé, SP (10/07/1919)
+ Los Angeles, Estados Unidos (03/02/2014)

Rosina Pagã foi uma cantora. Irmã da também cantora Elvira Pagã com quem formou na década de 1930 o duo vocal Irmãs Pagãs.

Em 1923, mudou-se com a família para o Rio de Janeiro. Estudou com a irmã em tradicional estabelecimento de ensino, o Colégio Imaculada Conceição, no bairro de Botafogo. Frequentadoras assíduas de festas das quais participavam artistas da música conheceram os integrantes do grupo vocal Bando da Lua, através dos quais tiveram contato com importantes nomes do cast do rádio da época.

Iniciou a carreira artística em 1935, apresentando-se juntamente com a irmã e o grupo Anjos do Inferno na inauguração do Cine Ipanema. Nessa apresentação, foi apresentada com a irmã, pelo locutor Heitor Beltrão, pai do ministro Hélio Beltrão, como sendo as Irmãs Pagãs, nome artístico que passaram a adotar. No mesmo ano, passou a atuar em dupla com a irmã na Odeon, e participou com ela do filme "Alô, Alô, Carnaval" (1936), de Wallace Downey, João de Barro e Alberto Ribeiro, interpretando a marcha "Não Beba Tanto Assim", de Geraldo Décourt.

Em 1936, atuou nos filmes "Cidade-Mulher", com direção de Humberto Mauro, e "O Bobo do Rei", com direção de Mesquitinha, e roteiro de Joracy Camargo e Mesquitinha.


Como integrante das Irmãs Pagãs foi contratada pela Rádio Nacional e excursionou pela Argentina, Peru e Chile. Com o casamento de Elvira Pagã, a dupla Irmãs Pagãs acabou e ela seguiu carreira solo.

Contratada pela RCA Victor, gravou o primeiro disco solo em 1941, interpretando a marcha "Volta Horácio" (Roberto Roberti e Rachid Hadad), e o samba "Abana, Baiana" (Roberto Roberti, Jorge Faraj e C. Brasil). No mesmo ano, foi contratada pela Columbia, e com acompanhamento de Aldo Taranto e sua orquestra, gravou o choro "Tabuleiro da Ilusão" (Mário Lago e Roberto Martins), o fox-trot "Oh! Juca" (João de Barro e A. Olman), e com acompanhamento de Benedito Lacerda e seu conjunto regional o samba "Tem Que Me Dar, Me Dá Logo" e a marcha "As Aparências Enganam", ambos de Benedito Lacerda e Gastão Vianna. Ainda em 1941, foi contratada pela Odeon e gravou com acompanhamento de Otaviano Romero Monteiro (Fon-Fon) e sua orquestra a marcha "Firin-Fin, Fon-Fon" (Peterpan e Milton de Oliveira), e o samba "Vai Dormir, Criança" (Newton Teixeira e Ciro de Souza).

Para o carnaval de 1942, lançou em dueto com Lamartine Babo, e acompanhamento da Orquestra de Fon-Fon a marcha-conga "La Canga" (Lamartine Babo e Héber de Bóscoli). No mesmo ano, gravou com a orquestra de Fon-Fon a batucada "Pobreza Não é Defeito" (Antônio Almeida e Jorge Faraj), o samba "Gasparino" (Ary Barroso), com acompanhamento de Benedito Lacerda e seu conjunto regional, os sambas-choro "Desculpa De Ocasião" e "Caroá" (Herivelto Martins e Darci de Oliveira), e o samba "Coco Dendê" (Haníbal Cruz e Carlos Cruz).


Para o carnaval de 1943, gravou com a Orquestra Odeon a marcha "Oh Quitandeira!", e o samba "Encontrei Um Amor", ambas de Felisberto Martins e Ari Monteiro.

Foi contratada pela Continental em 1944, e gravou com acompanhamento de Napoleão Tavares e Seus Soldados Musicais o corrido "Chiu... Chiu..." (N. Molinari - versão de Osvaldo Santiago), e o fox "Meu Coração Me Diz" (M. Gordon e H. Warren - versão de Alberto Ribeiro).

Gravou em 1946, com acompanhamento do Conjunto Continental as marchas "A Volta de Suzana" (João de Barro e Valdemar de Abreu), e "Maria" (Roberto Roberti e Arlindo Marques Jr.), esta última, em dueto com o cantor Newton Teixeira. Ainda nesse ano, seguiu turnê em Cuba, Estados Unidos e México, cidade onde se casou e passou a residir.

Abandonando a carreira logo a seguir, passou a vir ao Brasil em ocasiões muito esporádicas para visitar a irmã Elvira Pagã que continuou a carreira solo de vedete de teatro de revistas. Gravou dez discos solo pelas gravadoras Continental, Odeon, Columbia e RCA Victor.

A cantora atuou ainda em filmes do cinema nacional "Aves Sem Ninho" (1939) e "Caminhos do Céu" (1943), e do cinema mexicano, "Musica y Dinero", "Calabacitas Tiernas" e "La Liga de Las Muchachas".

Em 1955, a cantora dublou a personagem Lady do desenho animado da Disney "A Dama e o Vagabundo".

Memória

De acordo com seu biógrafo, a história da cantora em breve estará exposta em São Paulo. "Todo material dela já veio para o Brasil. Vamos fazer uma sala para preservar a memória dela", disse Dimas Oliveira Júnior.

Em 20/01/2014, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), foi lançado o filme "Rosina Pagã - A história De Uma Cantora Do Rádio", dirigido por Dimas Oliveira Júnior. Um documentário longa-metragem sobre a vida da cantora e atriz, que contém as últimas imagens de Rosina Pagã gravadas em sua residência em Los Angeles.

Morte

Rosina Pagã morreu na segunda-feira, 03/02/2014, aos 94 anos, em sua casa em Los Angeles, nos Estados Unidos, às 16:20 hs no horário local. A informação é do biógrafo da artista Dimas Oliveira Júnior. Segundo ele, a causa da morte seria falência múltipla dos órgãos, um mês após ela ser diagnosticada com câncer no pâncreas.

Rosina Pagã  era viúva e não deixou filhos. Ela foi enterrada em Los Angeles, onde vivia desde 1955.

Discografia

  • 1935 - Não Foi Assim / O Carnaval é Rei (Odeon, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1936 - A Boêmia Da Lua / Rogava a Deus (Odeon, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1936 - Não Beba Tanto Assim / Sofrimento (Odeon, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1936 - Nessa Vida Acontece / Balões Do Pensamento (Odeon, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1936 - Gato Escondido / Exaltação Da Favela (Odeon, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1937 - Se Você Deixar / Oba Oba (Columbia, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1937 - O Samba Começou / Tristeza (RCA Victor, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1938 - Meu Amor Não Me Deixou / Tia Camarada (Filha do Senador) (Odeon, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1939 - Eu Não Te Dou a Chupeta / Quem é Essa Morena (Columbia, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1939 - Eu Não Me Incomodo Mais / Por Tua Causa (Columbia, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1939 - Nobreza / Pra Que Você Me Tentou (Columbia, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1939 - Água Mole Em Pedra Dura / Sai Coió (Columbia, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1940 - Eu Sei... / A Neblina Vem Caindo (Columbia, 78 - Irmãs Pagãs)
  • 1941 - Volta Horácio / Abana, Baiana (RCA Victor, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1941 - Tabuleiro Da Ilusão / Oh! Juca (Columbia, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1941 - Tem Que Me Dar, Me Dá Logo / As Aparências Enganam (Columbia, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1941 - Firin-Fin, Fon-Fon / Vai Dormir, Criança (Odeon, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1942 - La Canga / Pobreza Não é Defeito (Odeon, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1942 - Badalu / Estou Com Dor De Dente (Odeon, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1942 - Desculpa De Ocasião / Caroá (Odeon, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1942 - Coco Dendê / Gasparino (Odeon, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1943 - Oh Quitandeira! / Encontrei Um Amor (Odeon, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1944 - Chiu... Chiu... / Meu Coração Me Diz (Continental, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1946 - A Volta de Suzana / Maria (Continental, 78 - Rosina Pagã Solo)
  • 1955 - Sucessos de Rosina Pagã (Rádio) (Rosina Pagã Solo)

Indicação: Miguel Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!