Paulo Valentim

PAULO ÂNGELO VALENTIM
(51 anos)
Jogador de Futebol

* Barra do Piraí, RJ (20/11/1932)
+ Buenos Aires, Argentina (09/07/1984)

Paulo Ângelo Valentim, também conhecido como Paulinho Valentim, foi um jogador de futebol brasileiro nascido em Barra do Piraí, RJ.

Centroavante raçudo e artilheiro, começou a jogar futebol no Central de Barra do Piraí. Passou pelo Guarani de Volta Redonda e, em 1954, transferiu-se para Belo Horizonte, contratado pelo Atlético Mineiro, onde foi Campeão Estadual em 1954 e 1955.

Dois anos depois, foi levado pelo treinador João Saldanha para o Botafogo, que não conquistava um título desde 1948. O jejum terminou em 1957, com participação fundamental de Paulo Valentim: ele fez 5 gols, sendo um de bicicleta, na vitória de 6 a 2 do Botafogo sobre o Fluminense que decidiu o Campeonato Carioca daquele ano.

No Rio de Janeiro dos anos 50, Paulo Valentim desenvolveu seu futebol mas também seu temperamento boêmio, costume entre boa parte dos jogadores naquele tempo.

Convocado para a Seleção Brasileira que participou do Sul-Americano de 1959, em Buenos Aires, jogou e encantou os argentinos. No ano seguinte foi contratado pelo Boca Juniors, mas antes de mudar-se para Buenos Aires, casou-se com a namorada Hilda Maia, que ele havia conhecido em Belo Horizonte e que mais tarde seria a inspiradora da personagem Hilda Furacão, criada em 1991 pelo escritor Roberto Drummond, tornando-se famosa, esta personagem, depois da exibição da minissérie "Hilda Furacão" (1998).


No Boca Juniors, Paulo Valentim rapidamente destacou-se como goleador. Não chegou a ser artilheiro do Campeonato Argentino de Futebol, mas foi o artilheiro do Boca Juniors nas temporadas de 1961, 1962 e 1964, sendo que nas duas últimas seu clube foi também campeão.

Em 4 anos, marcou 10 gols em jogos oficiais, e mais 3 em amistosos, contra o River Plate, sendo o maior artilheiro do Boca Juniors na história do super clássico do futebol argentino. Tornou-se ídolo da torcida xeneize, que tinha um grito de guerra especial para ele: "Tim, tim, tim! Es gol de Valentim!". Sua esposa Hilda Maia Valentim era tratada como "primeira-dama" do clube, assistindo as partidas num lugar especial da Tribuna de Honra da Bombonera.

Em 1965, já com 33 anos e debilitado pela vida boêmia, Paulo Valentim transferiu-se para São Paulo, onde teve uma passagem apagada pelo clube. No final dos anos 60, Paulo ValentimHilda Maia Valentim foram para o México onde ele ainda tentou jogar no Atlante, mas acabou trabalhando no cais do porto.

Em 1978 conseguiu dinheiro emprestado com amigos brasileiros e voltou com a esposa a Buenos Aires, onde se dispôs a ser treinador de futebol, mas teve apenas uma rápida experiência numa equipe de juniores.

Paulo Valentim morreu pobre no dia 09/07/1984, em Buenos Aires, Argentina.

Fonte: Wikipédia

Um comentário:

  1. Tambem morreu na miseria gastou tudo que ganhou ao lado da marafona Hilda Furação que partiu na semana anterior.

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!