Vida Alves

VIDA AMÉLIA GUEDES ALVES
(88 anos)
Atriz e Escritora

☼ Itanhandu, MG (15/04/1928)
┼ São Paulo, SP (03/01/2017)

Vida Amélia Guedes Alves foi uma atriz e escritora brasileira, pioneira da televisão, nascida em Itanhandu, MG, no dia 15/04/1928. Avó da cantora e compositora Tiê, e tia do cineasta Lael Rodrigues.

Atriz de rádio e TV, apresentou durante a década de 1970, juntamente com Carlos Lemos, o programa "Jogo do Som", transmitido por inúmeras emissoras em todo o país, onde mostravam fatos curiosos e realizavam esquetes de atuação, sempre diferenciadas a cada programa.

Em 1951 marcou a história da televisão brasileira ao protagonizar junto com o ator Walter Forster o primeiro beijo em uma telenovela, em "Sua Vida Me Pertence", que na época era transmitida ao vivo pela Rede Tupi.


Vida Alves explicou durante entrevista, no ano de 2013, que não havia nenhuma referência de como reproduzir um beijo técnico, sendo que cena foi realizada sem ensaio: 

"Walter Forster era o diretor artístico, de certa forma meu chefe. Ele explicou ao meu marido, numa visita à minha casa, como seria. Absolutamente marcado. Tal postura, tal olhar, a boca ligeiramente aberta, me aproximo e fico uns segundinhos. Assim foi feito, sem ensaio, tudo ao vivo. Foi esteticamente bonito, romântico e simples."
"O fotógrafo da época foi um pouco censor, não fez fotografia, alegando que não iriam publicar. Não havia videotape, não havia foto. Ficou apenas para quem assistiu e nós, os atores."
(Vida Alves)

As produções eram transmitidas ao vivo, uma vez que ainda não existia vídeo-tape para gravação na época, sendo que apenas um fotógrafo registrava as cenas dos bastidores. No entanto, o fotógrafo da emissora se recusou a registrar o beijo, alegando que nenhum jornal publicaria o feito por ser escandaloso demais para a época, não tendo nenhum registro do feito.

Vida Alves e Walter Forster na novela "Sua Vida Me Pertence" (1951). Eles protagonizaram o primeiro beijo da TV brasileira.
Em 1963 também realizou o primeiro beijo homossexual da televisão brasileira com Geórgia Gomide em um dos episódios do programa "TV de Vanguarda", intitulado "Calúnia", na Rede Tupi. Na história, Vida AlvesGeórgia Gomide interpretavam diretoras de um internato para meninas que eram caluniadas por uma estudante rebelde, dizendo que as duas eram amantes, o que levou os pais a tirarem as filhas do colégio sucessivamente, levando-o a fechar as portas. Falidas, as duas acabam descobrindo que realmente se amavam e se beijando no final da história.

Em entrevista no ano de 2011, Vida Alves contou que não houve qualquer tipo de discriminação por parte do público:

"A cena foi comentada, mas não senti qualquer sentimento agressivo das pessoas em relação a mim. Tenho certeza que me julgaram, mas não me atacaram."

Na época, apesar de não existir vídeo-tape ainda, a cena foi fotografada, porém acabou se perdendo após o fechamento da emissora. Apenas em 24/05/2016, durante o programa "Okay Pessoal!", Vida Alves revelou que havia encontrado uma foto da ocasião, mostrando-a pela primeira vez após 53 anos do acontecimento.


Em 1995 se tornou membro da Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira e presidente do Museu da TV, com o objetivo de preservar a memória dos pioneiros da televisão brasileira, buscando filmagens e arquivos das produções mais antigas realizadas no país para serem restauradas e compartilhadas com a posteridade.

Em 2004 Vida Alves foi homenageada na minissérie "Um Só Coração", que se passava na década de 1940, ano em que começou sua carreira, sendo interpretada na obra pela atriz Isabel Guerón.

Em 2013 a editora Imprensa Oficial lançou sua biografia autorizada, "Vida Alves: Sem Medo de Viver", de autoria do escritor e dramaturgo Nelson Natalino, membro da Academia Guarulhense de Letras.

Em 2014 Vida Alves lançou o livro "Televisão Brasileira: O Primeiro Beijo e Outras Curiosidades", contando não só das cenas citadas, mas também dos primórdios da televisão brasileira e como eram produzidas as primeiras novelas.

Morte

Vida Alves morreu às 22h00 de terça-feira, 03/01/2017, aos 88 anos. Ela estava internada no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, desde 28/12/2016. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos.

A saúde de Vida Alves se complicou há um ano, quando se submeteu a uma cirurgia, mas o problema persistiu.

O velório começou às 8h00 de quarta-feira, 04/01/2017, no Cemitério do Araçá , na região central de São Paulo. O enterro ocorreu  às 16h40, no mesmo local.

Tony Ramos e Vida Alves posam em evento de lançamento da programação da TV Globo em março de 2013.
Carreira

Televisão
  • 1951 - Sua Vida Me Pertence ... Elisabeth
  • 1952 - Uma Semana de Vida
  • 1954 - O Destino Desce de Elevador
  • 1954 - As Aventuras de Red Ringo
  • 1955 - A Mão de Deus
  • 1956 - O Pimpinela Escarlate
  • 1957 - Os Três Mosqueteiros ... Milady
  • 1957 - TV de Vanguarda ... Helena (Os 39 Degraus)
  • 1958 - TV de Vanguarda ... Lúcia (O Aventureiro)
  • 1958 - TV de Vanguarda ... Emily (Cartas Venenosas)
  • 1958 - TV de Vanguarda ... Eugenia Grandet (Eugenia Grandet)
  • 1959 - TV de Vanguarda ... Cláudia (O Delator)
  • 1963 - TV de Vanguarda ... Magda (Calúnia)
  • 1958 - TV de Comédia ... Catarina (Inimigos Íntimos)
  • 1958 - TV de Comédia ... Chica Boa (Chica Boa)
  • 1958 - TV de Comédia ... Laura (O Marido da Deputada)
  • 1958 - TV de Comédia ... Margarida (O Outro André)
  • 1959 - TV de Comédia ... Suely (Bombonzinho)
  • 1959 - Fim de Semana no Campo
  • 1962 - A Estranha Clementine
  • 1963 - Terror nas Trevas
  • 1963 - Klauss, o Loiro
  • 1963 - Moulin Rouge, a Vida de Toulouse-Lautrec ... Agostina
  • 1964 - A Gata ... Paula
  • 1965 - O Mestiço ... Gabriela
  • 1965 - A Outra ... Ofélia
  • 1966 - O Amor Tem Cara de Mulher ... Laura
  • 1967 - O Pequeno Lord ... Gabriela
  • 1967 - Meu Filho, Minha Vida ... Catherine
  • 1968 - O Rouxinol da Galileia
  • 1968 - Sozinho no Mundo ... Silvana
  • 1969 - Os Estranhos ... Irene
  • 1969 - Dez Vidas
  • 2004 - Um Só Coração ... Ela Mesma (Segunda Fase)

Filmes
  • 1940 - Quase no Céu
  • 1954 - Paixão Tempestuosa ... Patrícia
  • 1973 - A Pequena Órfã ... Elza

Rádio
  • 1970 a 1975 - Jogo do Som ... Apresentadora / Vários personagens

Fonte: Wikipédia e G1
Indicação: Miguel Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!