quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Altemar Dutra

ALTEMAR DUTRA DE OLIVEIRA
(43 anos)
Cantor

* Aimorés, MG (06/10/1940)
+ Nova York, EUA (09/11/1983)

Altemar Dutra foi um cantor brasileiro, sucesso em toda a América Latina, interpretando obras como "Sentimental Demais", "O Trovador", "Brigas" e "Que Queres Tu de Mim", boa parte das canções de autoria da dupla Evaldo Gouveia e Jair Amorim. Foi progressivamente destacando-se no gênero musical bolero, e de fato, veio a ser aclamado como o "Rei do Bolero" no Brasil.  É considerado um dos maiores fenômenos da música romântica brasileira.

Ainda pequeno, sua família mudou para Colatina, ES. Nessa época, ganhou da mãe um violão, que aprendeu a tocar sozinho. Ainda na mesma cidade, apresentou-se pela primeira vez em público, no programa da Rádio Difusora de Colatina. Ficou em primeiro lugar e incentivado pelo sucesso que começava a fazer pela cidade, veio para o Rio de Janeiro com apenas 17 anos.

Chegou no Rio de Janeiro em 1957, trazendo uma carta de apresentação para o compositor Jair Amorim, que, percebendo o seu potencial, o apresentou a vários amigos do meio artístico. Tentou a sorte como crooner em boates e casas de espetáculos.

Começou então a se apresentar na boate Baccarat, porém, como ainda era menor de idade, teve que várias vezes se esconder do Juizado de Menores. A convite de Helena de Lima, que o ouvira cantar na Baccarat, passou a se apresentar, entre 1960 e 1965, na boite O Cangaceiro, uma das mais famosas da cidade. Nela fez amizade com várias pessoas do meio artístico, principalmente com os membros do Trio Irakitan. Foi, inclusive, Joãozinho, membro do trio, que o levou para a Odeon em 1963.

Lançou com sucesso o seu primeiro disco no mesmo ano, no qual se destacou o bolero "Tudo de Mim" (Evaldo Gouveia e Jair Amorim). A partir daí, o cantor se tornou o intérprete ideal da dupla que sempre o requisitava para cantar suas composições, entre as quais "Que Queres Tu de Mim?", "O Trovador" e "Somos Iguais", todas com sucesso.

Em 1964 gravou com sucesso "Que Queres Tu de Mim" e "Serenata da Chuva". Em 1965 lançou o LP "Sentimental Demais", com destaque para a música título, de Evaldo Gouveia e Jair Amorim, que se tornou uma marca de seu repertório. Outro sucesso do disco foi "O Trovador", título que lhe valeria a denominação carinhosa usada pelos fãs.

Em 1966 gravou com grande sucesso a música "Brigas" (Evaldo Gouveia e Jair Amorim), com a qual, declarou em um programa na TV Globo, gostaria de ser lembrado no futuro.


Seu sucesso extrapolou as fronteiras nacionais e chegou à América Latina, com apresentações em vários países. As versões dos seus sucessos em espanhol chegaram a vender 500 mil cópias no continente, dando-lhe prestígio e fazendo com que gravasse com Lucho Gatica, um dos maiores ícones do bolero, o disco "El Bolero Se Canta Así".

A partir de 1969, começou a investir no mercado de música latino-americana nos Estados Unidos, obtendo vários êxitos e tornando-se um dos mais famosos cantores latinos neste país. No mesmo ano lançou o LP  "Trovador das Américas", no qual cantou diversas músicas em espanhol, além de "Espera" (Tito Madi) e "Ébrio de Amor" (Romancito Gomes e Palmeira).

Em 1971 gravou com sucesso "Que Será?" (Sebastião Ferreira da Silva, Fontana e Migliacci) e "Bloco da Solidão" (Evaldo Gouveia e Jair Amorim).

Em 1977, no LP "Sempre Romântico", gravou "Os Olhinhos do Menino" (Luiz Vieira) e "Um Jeito Estúpido de Te Amar" (Isolda e Milton Carlos) e que foi sucesso na voz de Roberto Carlos.

Em 1981 lançou pela RCA Victor o LP "Eu Nunca Mais Vou Te Esquecer", com música título de Moacyr Franco, que alcançou grande sucesso.

Morte

Altemar Dutra veio a falecer com apenas 43 anos em Nova York, quando se apresentava para a comunidade hispânica da cidade, na boate La Tanquera, e sofreu um Acidente Vascular Cerebral.

Em 1988, a BMG lançou uma caixa de LPs intitulada "O Trovador", nome de um dos seus maiores sucessos. Posteriormente foi relançada em CD, com suas 60 faixas remasterizadas e com um detalhado livreto com a biografia do autor escrita pelo jornalista Egídio Grandinetti.

Foi durante muitos anos um dos principais intépretes da chamada música romântica. Em 2000, sua gravação da música "Brigas" (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) foi incluída na seleção "As Cem Melhores do Século da MPB" em votação de vários críticos musicais coordenada pelo crítico Ricardo Cravo Albin.

Foi casado com a cantora Marta Mendonça, tendo dois filhos, Deusa Dutra e Altemar Dutra de Oliveira Júnior, este também a seguir carreira artística.

Fonte: Dicionário Cravo Albin da MPB

3 comentários:

  1. Esse era um dos maiores cantores românticos do Brasil! Com um interpretação marcante, ele deixou uma discografia invejável.

    ResponderExcluir
  2. dizem que tem cantor ainda

    ResponderExcluir
  3. Foi Um dos Maiores Cantores Romanticos do Brasil uma Obra admiravel no Brasil e na America Latina aprendi a ser seu fan desde dos meus 10 anos - partiu cedo aos 43 anos no oficio do seu trabalho la no Usa - hoje neste 06/10 - Estaria Completando 73 anos.

    ResponderExcluir