Hilton Gomes

HILTON GOMES DE SOUZA
(75 anos)
Jornalista, Radialista, Apresentador e Repórter

☼ Rio de Janeiro, RJ (23/05/1924)
┼ Rio de Janeiro, RJ (17/10/1999)

Hilton Gomes de Sousa, mais conhecido por Hilton Gomes, foi um jornalista, radialista, apresentador e repórter brasileiro nascido em Quintino Bocaiúva, bairro do Rio de Janeiro, em 23/05/1924.

Hilton Gomes era filho de Luiz Gomes de Souza e Cacilda Normandia de Souza. Tinha irmãos, mas era ele quem mais gostava da companhia do pai, quando este ia trabalhar no jornal A Noite, de Irineu MarinhoE foi lá que um dia conversou com Roberto Marinho, que também trabalhava no jornal.

Estudou também, mas não fez curso de jornalismo, pois, segundo ele, isso nem existia na época. 

Seu primeiro cargo foi como office boy, na Companhia Telefônica, atual Oi, mas logo passou para uma agência de propaganda. Escrevia também textos para rádio e televisão.

Foi, em seguida, trabalhar na Rádio Tupi, de Assis Chateaubriand, e passou logo para a TV Tupi do Rio de Janeiro.


Cid Moreira e Hilton Gomes, primeiros apresentadores do 'Jornal Nacional', em 1969.
Em 1951, apresentou o Telejornal Brahma, consagrando-se como o primeiro noticiarista do país. Fez amizade com as pessoas importantes da época, como João Calmon, Paulo Cabral Heloisa Helena. E se enfronhou no jornalismo, embora fizesse programas de auditório também.

Figura bonita, alta, voz grave e sorriso permanente, logo conquistou a todos. Foi depois para a TV Rio, onde estavam Péricles do Amaral e Cerqueira Leite. Fez sucesso com o Telejornal Bendix.

Esteve ainda na TV Excelsior, e foi por ela que foi, representando o telejornalismo, aos Estados Unidos, fazer a cobertura do assassinato de John Kennedy em 1963. Fez a cobertura da cerimônia fúnebre narrando todos os acontecimentos pela Rádio Voz da América.

Quando voltou, já como profissional consagrado, foi para a TV Globo. Mauro Salles era o diretor de jornalismo da emissora e o apreciou muito. Roberto Marinho também se lembrou do "garoto de calças curtas", que tamborilava na máquina de escrever do pai, no jornal A Noite, muitos anos antes.

E Hilton Gomes foi logo para o horário nobre, às 20h00, na primeira fase do Jornal da Globo, ao lado de Luís Jatobá e Nathalia TimbergDepois veio o Cid Moreira, mas Hilton Gomes continuava sempre.


Hilton Gomes no Festival Internacional da Canção
Para a profissão fez inúmeras viagens e grandes entrevistas. Fez uma reportagem com o Papa João Paulo, que lhe deu um bracelete. E esteve também na NASA, nos Estados Unidos. Nos programas de auditório, em que atuava como apresentador, fez sucesso em "Oh, Que Delícia de Show" "Festival da Canção". Entrevistou Roy Rogers e vários cantores internacionais. 

Das narrações famosas a que se destaca é o primeiro pouso do homem na Lua, com a Apollo 11, em 1969. Um fato interessante é que no dia seguinte ao pouso na Lua, no bar onde ia tomar seu tradicional café, os funcionários que o atendiam, o chamaram de mentiroso, que o homem não tinha ido a Lua coisa nenhuma. Quando mais gente começou a lhe perturbar com o assunto, Hilton Gomes desistiu do café e foi embora sem que ninguém o visse.

Esteve também no Japão, sempre a trabalho.

Casado com Maria Alice, o casal teve quatro filhos e oito netos. Hilton Gomes estava afastado da profissão, pois teve um problema sério de saúde, que o fez colocar um marca-passo.

Hilton Gomes faleceu no dia 17/10/1999, aos  75 anos, no Rio de Janeiro, RJ, vítima de uma parada cardiorespiratória.

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!