Manuel Pêra

MANUEL MARIA SOARES PÊRA
(72 anos)
Ator

☼ Aveiro, Portugal (16/11/1894)
┼ Rio de Janeiro, RJ (11/08/1967)

Manuel Pêra veio com a família para o Brasil em 1899. Ele era irmão do também ator Abel Pêra. Antes de se tornar ator, trabalhou como alfaiate e carpinteiro de teatro.

No teatro, começou fazendo papéis pequenos e revelou-se um ator de grande técnica e talento, alcançando sucesso e prestígio em tragédias, dramas e comédias. Foi contratado, na maioria das vezes como protagonista, por grandes companhias teatrais do Rio de Janeiro.

Trabalhou para a Companhia de Teatro Mesquitinha - Alma Flora, onde conheceu a atriz Dinorah Marzullo, com quem se casou e teve duas filhas: as atrizes Marília Pêra e Sandra Pêra.

Manuel Pêra tinha exatamente a mesma idade de sua sogra, a também atriz Antônia Marzullo, com quem contracenou em diversos espetáculos teatrais.

O ator, durante algum tempo, formou dupla de humor com Mesquitinha que fez muito sucesso no Cassino da Urca, no Rio de Janeiro.

No cinema, Manuel Pêra fez  "A Cerimônia" (1963), "Crime no Sacopã" (1963), "Vagabundos no Society" (1962), "Mãos Sangrentas" (1955), "Vendaval Maravilhoso" (1949), "Pra Lá de Boa" (1949), "Luz dos Meus Olhos" (1947), "Romance de um Mordedor" (1944), "Pega Ladrão" (1940), "Onde Estás Felicidade?" (1939), "Está Tudo Aí" (1939), "O Bobo do Rei" (1937), "O Grito da Mocidade" (1937), "Entre Dois Amores" (1917) e "O Crime dos Banhados" (1914).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!