Quintino de Lacerda

QUINTINO DE LACERDA
(59 anos)
Escravo e Político

* Itabaiana, SE (08/06/1839)
+ Santos, SP (10/08/1898)

Quintino de Lacerda foi um ex-escravo que tornou-se herói abolicionista. Nasceu escravo em 1839 na cidade serrana de Itabaiana, em Sergipe. Vendido para São Paulo, lá foi escravo de Antônio de Lacerda Franco.

Ganhou sua liberdade com a conquista da amizade de seu senhor, de quem herdou até o sobrenome, e adquiriu terras formando o maior quilombo conhecido no Brasil, situado em localidade onde hoje abriga o bairro Jabaquara, na cidade de Santos, SP.

Sua popularidade na cidade propiciou-lhe o cargo de vereador da Câmara de Santos em 1895, chegando a exercer a presidência da casa. Foi reconhecido na luta pela liberdade dos negros em sua comunidade.


Quintino de Lacerda morreu em 10/08/1898 vítima de um ataque cardíaco, deixando três filhos menores. Seu enterro foi acompanhado por um grande número de pessoas, um testemunho do reconhecimento de sua importância histórica.

Recebeu várias homenagens e foi mandado erguer na cidade de Santos, monumentos ao coronel Quintino de Lacerda, patente outorgada pelo então presidente marechal Deodoro da Fonseca ao menino escravo dos engenhos de Sergipe, em Itabaiana.

Seu nome também foi lembrado em sua terra, onde denominaram uma artéria publica com seu nome no centro da cidade, Rua Quintino de Lacerda, e reconheceram-no pelo seu legislativo municipal, como Herói Negro de Itabaiana, considerando o 8 de Junho como o Dia Municipal de Luta da Consciência Negra em sua homenagem gravado em 20/09/2001.

  • Herói negro de Itabaiana
  • Líder do maior quilombo fora de Palmares
  • Primeiro vereador negro do Brasil
  • Recebeu a patente de Coronel postumamente do então presidente Marechal Deodoro da Fonseca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!