John Herbert

JOHN HERBERT BUCKUP
(81 anos)
Ator, Diretor e Produtor

* São Paulo, SP (17/05/1929)
+ São Paulo, SP (26/01/2011)

Descendente de alemães, John era de uma família de esportistas, todos velejadores.

Após concluir o curso clássico, ingressou na Faculdade de Direito e se tornou bacharel. Mas, já na Faculdade São Francisco, tornou-se amigo de Renato Consorte e outros atores. John, por gostar de cinema, interessou-se pelos estudos cinematográficos promovidos por Ruggero Jacobbi e aí começou a trabalhar no Teatro de Arena, do qual é um dos fundadores.

A primeira peça que fez foi "Essa noite é nossa", ao lado de Sergio Brito e outros. Nessa época também conheceu Eva Wilma, que participava da peça "Uma mulher e três palhaços". Logo, eles começaram a namorar e casaram-se em 1955.

Foi na mesma ocasião que começou o movimento Cinematográfico da Vera Cruz, e ali foram realizados grandes filmes, dos quais John Herbert fazia parte. Alguns destaques são: "Uma Pulga na Balança", "O Petróleo é Nosso" e "Matar ou Correr" (1954).

Em 55 anos de carreira, completados em 2008, o ator conta com mais de 80 filmes em seu currículo. Além de atuar, John Herbert produziu filmes, como:"Já Não Se Faz Amor Como Antigamente”, "Cada um Dá o que Tem”, "Anuska”, "Manequim e Mulher” e "Toda Donzela Tem Um Pai Que é Uma Fera”. Foi roteirista em "Tessa, a Gata” , "Ariella” e "Toda Donzela Tem Um Pai Que é Uma Fera”. Foi assistente de direção em "A Moça do Quarto 13”.

Concomitantemente aconteceu a televisão, e, em 1952, John foi convidado a participar de teleteatros. Estrelou, ao lado de Eva Wilma, o seriado "Alô Doçura" que chegou aos picos mais altos de audiência por anos e anos seguidos. Como John Herbert era um rapaz muito bonito, logo surgiram muitos papéis para ele, especialmente no cinema.

Fez dezenas de filmes e peças de teatro, tornando-se, também, produtor teatral. Conseguiu, além disso, lançar atores, entre os quais cita Regina Duarte, em "Black Out" em 1968.

O ator trabalhou quase trinta anos na Globo com passagens pelas demais emissoras de TV nesses anos todos. Nos anos 80, ele atuou e dirigiu o programa semanal "Casal 80”, na Bandeirantes, com Célia Helena e fez as novelas "Campeão" e "Os Imigrantes - Terceira Geração".

Na TV Tupi participou, entre outras, das novelas: "Divinas Maravilhosas"; "Revolta dos Anjos"; "O Machão" e "Aritana". Na TV Globo fez "Água Viva", "O Mapa da Mina"; "Plumas e Paetês"; "Perigosas Peruas"; "Que Rei Sou Eu?"; "Esperança” e "Cabocla” (2004).

John Herbert interpretou dois personagens de destaque, em "Malhação”. Em 1995, quando estreou a "sitcom", ele viveu Nabucodonosor, personagem que permaneceu no ar por três anos. Em 2005 voltou à "Malhação” como o Horácio, um artista plástico.

De seu casamento com Eva Wilma nasceram dois filhos. O casal separou-se e John casou-se com Claudia Librach, com quem teve mais dois filhos.

Em 2006 John Herbert recebeu o Prêmio Tributo, pelo conjunto de suas atuações no cinema e na telenovela brasileira, no XVI Festival de Cinema de Natal (RN). Em 2007, no FestCine Goiânia, ele foi homenageado com o Troféu Goiânia Especial, pelo conjunto de suas obras no cinema brasileiro.

Em 2007, o ator fez uma participação na novela "O Profeta" e outra na novela "Sete Pecados".

Em 2008, John Herbert participou de um dos episódios do seriado "Faça sua História" (Globo), e em 2009 integrou o elenco da novela "Três Irmãs".

John Herbert morreu no dia 26/01/2011, aos 81 anos. Herbert sofria de Enfisema Pulmonar e estava internado desde 5 de janeiro de 2011 no Hospital do Coração, em São Paulo. O velório aconteceu no Museu da Imagem e do Som de São Paulo.

Fonte: Wikipédia e Dramaturgia Brasileira - In Memoriam


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!