Carlos Augusto Strazzer

CARLOS AUGUSTO STRAZZER
(46 anos)
Ator

☼ São Paulo, SP (04/08/1946)
┼ Petrópolis, RJ (19/02/1993)

Carlos Augusto Strazzer participou de diversas peças teatrais, entre elas "Cemitério de Automóveis" (Fernando Arrabal), "O Balcão" (Jean Genet), dirigidos por Victor Garcia e produzidos por Ruth Escobar, "A Moratória" (Jorge Andrade), o musical "Evita", um dos maiores sucessos da cena carioca dos anos 80, e "As Ligações Perigosas" (Choderlos de Laclos) outro êxito do final daquela década.

Ficou mais conhecido por sua participação na televisão, em muitas telenovelas e algumas minisséries na TV Globo, TV Tupi, TV Manchete, TV Bandeirantes e TV Record.

Era conhecido por interpretar vilões ou personagens misteriosos e místicos, aos quais impregnava de elegância e ambiguidade. Em "O Direito de Nascer" (1978), interpretou Alberto Limonta já adulto e cantou a música "Acalanto Para Dolores", o tema da personagem Mamãe Dolores (Cléa Simões).

Fez alguns filmes, como "Gaijin - Os Caminhos da Liberdade" (1980) de Tizuka Yamasaki, "Eles Não Usam Black-Tie" (1981) de Leon Hirszman, "Com Licença, Eu Vou à Luta" (1986) de Lui Farias e "O Mistério do Colégio Brasil" (1988) de José Frazão, além de participações especiais na produção internacional "Moon Over Parador" (1987) dirigido por Paul Mazursky e no documentário "Interprete Mais, Ganhe Mais", dirigido por Andrea Tonacci, que trata do cotidiano do grupo teatral de Ruth Escobar e que ficou embargado na justiça por vinte anos.

Carlos Augusto Strazzer faleceu vítima de complicações respiratórias em decorrência da AIDS em 19/02/1993, aos 46 anos, entre elas um câncer.

O ator, bissexual assumido, conviveu com a doença durante mais de 10 anos, embora só a houvesse descoberto quatro anos antes de sua morte e assumido-a apenas em 1992, sendo uma das primeiras celebridades a assumir que convivia com o vírus. Descobriu após concluir as gravações da novela "Que Rei Sou Eu?", onde deu vida ao pérfido conselheiro Crespy Aubriet.

Seu último trabalho foi na minissérie "O Sorriso do Lagarto" em 1991, como o Detetive Peçanha.

Um de seus filhos, Fábio Strazzer, atualmente faz parte da equipe de diretores da TV Globo.

Televisão

  • 1991 - O Sorriso do Lagarto ... Peçanha
  • 1989 - O Cometa ... Habib
  • 1989 - Que Rei Sou Eu? ... Crespy Aubriet
  • 1987 - Mandala ... Argemiro
  • 1986 - Mania de Querer ... Ângelo
  • 1984 - Livre para Voar ... Danilo
  • 1983 - Champagne ... Ronaldo
  • 1983 - Moinhos de Vento ... Leandro
  • 1981 - Jogo da Vida ... Adriano Sales
  • 1980 - Coração Alado ... Piero Camerino
  • 1978 - O Direito de Nascer ... Alberto Limonta (Albertinho)
  • 1977 - O Profeta ... Daniel do Prado
  • 1977 - Éramos Seis ... Carlos
  • 1976 - O Julgamento ... Narrador
  • 1975 - Ovelha Negra ... Alberto
  • 1972 - Vitória Bonelli ... Walter
  • 1971 - Os Deuses Estão Mortos ... Gabriel
  • 1970 - As Pupilas do Senhor Reitor ... Manuel do Alpendre


Cinema

  • 1980 - Gaijin - Os Caminhos da Liberdade
  • 1981 - Eles Não Usam Black-Tie
  • 1986 - Com Licença, Eu Vou à Luta
  • 1987 - Moon Over Parador
  • 1988 - O Mistério do Colégio Brasil
  • Interprete Mais, Ganhe Mais (Documentário)

Fonte: Wikipédia
#FamososQuePartiram #CarlosAugustoStrazzer

2 comentários:

  1. Ele lembrava um pouco o Gonzaguinha no jeito...Um grande ator q essa doença cruel levou tão prematuramente...

    ResponderExcluir
  2. cheguei a conhece-lo na extinta TV TUPI durante as gravações da novela O PROFETA que embora a globo tenha tentado remaquiar, não chegou nem aos pés daquela interpretada por Strazzer, até porque na novela original a época é 1977 com musicas de Antonio Marcos. A da Globo se passa nos anos 50 e nada tem a haver com a original.
    Carlos Augusto Strazzer era uma pessoa amavel e tinha carinho pelos fãs tratando-os com respeito e atenção...foi um grande perda...

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!