Rubens de Falco

RUBENS DE FALCO DA COSTA
(76 anos)
Ator

☼ São Paulo, SP (19/10/1931)
┼ São Paulo, SP (22/02/2008)

No início da carreira, em 1955, participou das atividades dos jograis em São Paulo, ao lado de nomes como Armando Bogus, Rui Afonso, Ítalo Rossi e Felipe Wagner.

De marcantes atuações no teatro, tendo participado, dentre outras peças, da montagem original de "Os Ossos do Barão" (1963), de Jorge Andrade, no Teatro Brasileiro de Comédia, Rubens de Falco foi ter o grande reconhecimento de crítica e público ao começar a atuar na televisão, sendo frequentemente escalado para papéis em telenovelas.

Fez parte do elenco das últimas novelas levadas ao ar pela TV Tupi e TV Manchete: "Drácula, Uma História de Amor" e "Brida", respectivamente.

Leôncio, o senhor algoz da personagem-título de "Escrava Isaura", um dos maiores vilões da teledramaturgia brasileira, é considerado o maior papel de Rubens na TV.

Nesse mesmo veículo, Rubens de Falco protagonizou por duas vezes o papel de imperador - Maximiliano em "A Rainha Louca" (1967), e Francisco José em "A Última Valsa" (1969) -, além de outros personagens de sucesso como o misterioso Agenor em "O Grito" (1975), Samir Hayala em "O Astro" (1978), Roberto Steen, o protagonista masculino de "A Sucessora" (1978), o poderoso Daniel em "Gaivotas" (1979) e o Barão de Araruna na primeira versão da novela "Sinhá Moça" (1986).

Recentemente participou da regravação de "A Escrava Isaura" na Rede Record, desta vez no papel de Comendador Almeida, pai de Leôncio.

Morte

Em outubro de 2006, Rubens de Falco, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Em virtude de problemas decorrentes deste AVC, o ator esteve internado de outubro de 2006 a 22/02/2008, no Centro Integrado de Atendimento ao Idoso (CIAI), em São Paulo, quando faleceu vítima de um infarto, decorrente de uma embolia, aos 76 anos de idade.

O velório do ator aconteceu no Cemitério São Paulo, em Pinheiros, e o enterro, no Cemitério da Consolação, marcado inicialmente para as 16h00. Rubens de Falco era solteiro e não tinha filhos.

Fonte: Wikipédia
#FamososQuePartiram #RubensdeFalco

4 comentários:

  1. O inesquecível, perverso, sádico e covarde Sr. Leôncio, de Escrava Isaura. Interpretação primorosa de Rubens de Falco. Vale a pena rever, quem puder.

    ResponderExcluir
  2. Não podemos esquecer também, a brilhante interpretação dele como Coronel Ferreira(Barão de Araruna)em Sinhá Moça, primeira versão exibida no ano de 1986. Muito bom esse Rúbens de Falco. Saudades.

    ResponderExcluir
  3. Nossa como eu amava esse ator, Muito bom principalmente quando era o Leôncio de Escrava Isaura foi show....Saudadessss. Bela homenagem prestadas a ele..

    ResponderExcluir
  4. Eu o destetava como Leôncio, coisas de criança..rsss... na época da novela eu tinha 9 anos. Mas em 1981, eu o atendi na loja em que eu trabalhava, e pude ver o quanto era educado.

    ResponderExcluir

Atenção!

Prezado amigo leitor, a partir desta data, 13/05/2019, não serão mais aceitos comentários anônimos. Portanto, não me responsabilizarei pelos comentários que alguém possa vir a fazer denegrindo a imagem de quem quer que seja e que esteja publicada neste blog.

Antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato!